MAIS FACILIDADE

Faça sua reserva e retire na loja.

MAIS VANTAGENS

Cobrimos qualquer orçamento.

FRETE GRÁTIS

Na região - Consulte!

Saiba quais são e como investir nos segmentos que cresceram mesmo na crise

Saiba quais são e como investir nos segmentos que cresceram mesmo na crise

Você sabe o que os segmentos “Casa e Construção” e “Saúde, Beleza e Bem Estar” têm em comum?

Apesar de serem bem distintos, eles apresentaram os melhores resultados do franchising em 2020!

Aqui vai uma dica de ouro para você que quer comprar uma franquia: antes de investir, procure saber sobre o segmento e as ações da franqueadora em 2020.

2020 foi um ano difícil e atípico para muitos empreendedores, mas no franchising o apoio da franqueadora ajudou a inovar e buscar formas de solucionar os problemas do momento.

Por isso, vale ir atrás de tudo o que a franqueadora fez durante o período, principalmente ouvindo a opinião de outros franqueados quanto ao assunto.

Mesmo em um ano complicado, muitas franquias tiveram bons resultados, graças ao apoio da franqueadora.

 

Franquia de Casa e Construção: um segmento em ascenção

 Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de Casa e Construção foi o que mais cresceu em 2020.

O faturamento do ramo foi de R$ 12,429 bilhões, o que representa um crescimento de 12,8% em relação a 2020.

Além disso, o número de unidades cresceu 3,7%.

Diversos fatores explicam o sucesso do segmento em 2020, que também foi destaque em 2019.

O isolamento social e o tempo maior em casa fez com que brasileiros buscassem formas de tornar os ambientes internos mais confortáveis.

Isso se refletiu na reforma por espaços existentes ou na busca por imóveis maiores. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o setor imobiliário cresceu 26% em 2020.

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) espera um crescimento de 35% para este ano.

“O setor de construção civil, de modo geral, sentiu um aquecimento neste ano. O brasileiro adquiriu novos hábitos e perceberam que melhorar o ambiente onde moram aumenta a qualidade de vida”, explica Nassim Katri, franqueador da Pinta Mundi Tintas.

Altino Cristofoletti Junior, presidente e fundador da Casa do Construtor, explica que 2020 foi um ano que trouxe retornos positivos.

Isso foi possível graças ao empenho da rede em se adaptar ao momento, além das tendências que impulsionaram o crescimento do setor.

“De fato, vivemos um período muito desafiador, mas também com muita aprendizagem. Logo quando começou a pandemia, criamos um plano de ação para a crise que deu mais folego aos empreendedores e favoreceu uma adaptação mais rápida. Além disso, aceleramos nosso processo de digitalização, implantando ou aprimorando canais virtuais para franqueados e para o consumidor.”, afirma

 

Franquia de Saúde, Beleza e Bem-Estar

 Os dados da ABF apontam um crescimento de 3,1% no faturamento das franquias de Saúde, Beleza e Bem-Estar.

Em 2020, o faturamento do segmento foi de R$ 35,276 bilhões e o número de unidades subiu 0,4%.

O bom resultado pode ser explicado pelo aumento nos cuidados pessoais durante a pandemia, além da busca por procedimentos estéticos mais complexos.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) registrou crescimento de 5,8% em 2020.

Marurício Cesar, CEO e fundador da rede de esmalteria Unhas Cariocas, destaca que o segmento traz bons resultados mesmo em momentos difíceis.

“Um dos maiores desafios de qualquer negócio é gerar demanda, e no caso da beleza, quando entregamos uma solução bem melhor do que o que existe no mercado, não só atingimos esse nicho, como conseguimos fidelizá-lo”, explica o executivo.

Em 2020, a Royal Face conseguiu superar a meta de faturamento anual, que chegou a R$ 60 milhões. O valor representa um crescimento de 270% em relação ao ano anterior.

“Mesmo em um ano com tantos obstáculos, nós nos unimos, superamos, investimos em infraestrutura, tecnologia e educação continuada, fizemos um trabalho direto com os franqueados e mantivemos o nosso plano de expansão.

O período de enfrentamento da pandemia vivido em 2020 foi uma oportunidade aos nossos interessados para realizar um investimento em um negócio de sucesso como a Royal Face”, comenta a sócia-fundadora da rede, Andrezza Fusaro.

Outra franquia do ramo de Saúde, Beleza e Bem-Estar que também teve bons resultados em 2020 foi a Oral Sin.

A franquia registrou um crescimento de 26% no ano.

“O mercado de saúde e estética é um dos que mais cresce no Brasil. Juntando-se a isso temos o fato de que a odontologia brasileira é uma das melhores do mundo. Desta forma, buscamos atuar com excelência e isso tem se refletido em nossos números positivos e na satisfação tanto dos franqueados quanto dos clientes”, afirma Felipe Sapata, CEO da Oral Sin.

Deixe seu comentário clicando aqui

Deixe seu comentário!

As melhores marcas em um só lugar!

CADASTRE-SE

Receba nossas promoções e novidades por e-mail!

Siga-nos

Criado por ContactoNET