MAIS FACILIDADE

Faça sua reserva e retire na loja.

MAIS VANTAGENS

Cobrimos qualquer orçamento.

FRETE GRÁTIS

Na região - Consulte!

Varejista de tintas cresce 77% em faturamento no semestre

05Jul

São Paulo – O varejo de construção civil está aquecido. Os últimos dados divulgados pelo IBGE, na última semana, mostraram que as vendas cresceram 10,4% em abril sobre março, índice bem acima do varejo geral, que foi de 1,8% de crescimento. O varejo de construção civil foi um dos menos afetados pela crise e pela pandemia. E, por ser assim, facilitou o crescimento das redes de franquia ligadas a ele. A Pinta Mundi Tintas é um bom exemplo de crescimento exponencial na pandemia. No final de 2019, a rede era composta por 17 lojas, entre próprias e franqueadas. Hoje, tem 70 (entre as que estão abertas e as já comercializadas) – e pretende fechar o ano com 80, pelo menos. “Nosso ritmo de inaugurações está intenso e as lojas em operação estão performando muito bem”, comemora Nassim Katri, fundador da marca e franqueador. Só em junho, a marca inaugurou lojas no estado de São Paulo, em Santo André, Campinas, Jundiaí, e na capital (loja nova em Lauzane Paulista, Tatuapé e reinauguração na Pompeia), e também em Roraima, em Boa Vista. Mas, nos meses anteriores, passou por Rio das Pedras (SP), São Caetano do Sul (SP), Vila Jaguara (capital paulista), Belo Horizonte (MG), Itupeva (SP) e Bragança Paulista (SP). “Ainda faltam lojas para inaugurarmos nos próximos meses, que já estão em implantação”, comemora. Em termos de faturamento, a marca informa que ampliou o índice em 77% no primeiro semestre do ano, em relação ao ano passado – número contabilizado com todas as lojas da rede. “Se contarmos apenas as lojas que tínhamos até o final de junho de 2020, para compararmos o crescimento delas, esse índice é de quase 30% de crescimento do faturamento. É preciso levarmos em conta que o primeiro semestre do ano passado foi marcado pelo início da pandemia e ter um aumento de faturamento desses é bastante expressivo”, pondera o franqueador.
continuar lendo
TINTOMETRIA AMPLIA CATÁLOGO DE CORES DA PINTA MUNDI TINTAS

21Jun

A possibilidade de pintar um imóvel com qualquer cor que o cliente procurar. É, basicamente, isso que fazem as máquinas tintométricas que podem ser encontradas nas mais de 60 lojas da PINTA MUNDI TINTAS espalhadas pelo Brasil. Com o sistema, é possível dizer que não há limite para a criatividade, já que cada marca trabalha, em média, com mais de 2 mil opções de cores. Os franqueados da PINTA MUNDI TINTAS têm a opção de trabalhar com os sistemas tintométricos da Suvinil, Coral e Sherwin-Willians. As marcas têm seu sistema próprio e único, desenvolvido nas máquinas das marcas Corob ou Fluid, que possuem seis opções de equipamento cada. Quando o cliente compra uma máquina, ela servirá apenas para uma das marcas de tinta. “Esse é um sistema bem prático de ser operado, apesar do alto nível de sofisticação de produto apresentado. O cliente escolhe no catálogo de opções a cor que ele deseja e o sistema coloca o código. Também é necessário definir outros quesitos, como o tipo de acabamento – se é fosco ou acetinado, por exemplo, – e a quantidade de tinta que vai ser feita. Com as opções feitas, vai tudo para o batedor e o produto está pronto”, explica Henry Safra gerente de implantação e operação de franquias na PINTA MUNDI TINTAS. Vantagens Safra (ao lado do equipamento de tintometria, na foto) explica que são muitas as vantagens em trabalhar com as máquinas tintométricas. A primeira delas é a fidelidade. Quando o cliente opta por uma tinta personalizada, ele terá a certeza que vai encontrá-la novamente na PINTA MUNDI TINTAS, exatamente com a mesma tonalidade. E, mesmo com um catálogo repleto de opções de cores, os franqueados podem trabalhar com um estoque reduzido, já que não precisam armazenar uma grande quantia de tinta pronta e podem reservar o espaço, em sua maioria, para as bases que são usadas na fabricação das tintas. “Os clientes ficam tranquilos ao saber que não faltará a tinta que escolheram”, comenta Safra. Utilizando o sistema de cores da Pantone, é possível ainda que o cliente compre cores que não fazem parte da marca pela qual optaram. Para isso, o pedido é enviado para a fábrica, que busca desenvolver aquele pedido. “Existe também a opção de querer inventar uma cor. O mercado está sempre evoluindo e é muito raro que um pedido não seja atendido. Nós pedimos as cores para as marcas, eles fazem, nos enviam a formulação e colocamos na máquina. Não existe limite e as marcas estão investindo cada vez mais em tecnologia e na melhoria desses equipamentos”, ressalta Henry. A Tintometria na PINTA MUNDI TINTAS Nas lojas da PINTA MUNDI TINTAS, as vendas de tintas feitas a partir da tintometria representam cerca de 30% do faturamento. Um número elevado, considerando a quantia de produtos que as unidades oferecem e que outras mercadorias – como a tinta branca e a massa corrida – também têm bastante saída. Para que o franqueado encontre a melhor opção para sua loja, a equipe de operações da franqueadora faz todo um trabalho de análise na região em que a unidade está instalada. Isso faz com que o público atendido ali tenha suas necessidades atendidas e isso fortalece ainda mais a fidelidade com o consumidor. Por um acordo feito entre a PINTA MUNDI TINTAS e as marcas, o franqueado pode pagar a máquina em 12 vezes e receber o investimento de volta dentro de 24 vezes. “O franqueado faz um acordo com a Coral, com a Suvinil ou com a Sherwin-Willians de que vai comprar 30 bases por mês e, por isso, ele recebe um desconto em duplicata, que vai pagar a máquina em dois anos”, explica o gerente de implantação e operação. Essa facilidade ajuda no investimento e faz com que o retorno do investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS seja mais rápido, aumentando também a lucratividade do negócio.
continuar lendo
Casais empreendem juntos e provam que é possível conciliar o negócio e amor

04Jun

Será que empreender com o companheiro ou companheira é uma boa opção? Trabalhar lado a lado, o dia todo, e ainda ir para casa juntos, no caso daqueles que moram sob o mesmo teto, pode ser desgastante para alguns casais – mas, ao contrário, um motivador para outros. “Para mim, é uma sorte trabalhar com meu marido. Abrir a franquia foi a decisão mais acertada da nossa vida!”, diz Jackeline Felippe Franco, 35 anos, franqueada de uma loja Dr. Shape de Taubaté, no interior de São Paulo, há um ano. Ela conta que, inclusive, já conheceu o sócio e marido Bruno Vieira Cursino Franco (foto), 33 anos, no ambiente de trabalho, em 2012. “Eu era estagiária numa agência de Marketing e me apaixonei pelo Bruno no instante em que ele começou a trabalhar lá. Namoramos, terminamos, voltamos e, em 2018, nos casamos”, lembra. Em 2019, eles conheceram a Dr. Shape em uma feira de franquias e aí foi a vez de se apaixonarem pelo negócio. “Eu já conhecia uma das lojas e tinha boas referências dela, como cliente. Mas, não entendia de suplementação. A franqueadora, então, foi fundamental nesse aprendizado”, afirma Bruno. O casal acredita que trabalhar juntos dá certo porque cada um tem atividades definidas no negócio e, juntos, conseguem direcioná-lo ao objetivo comum: o crescimento. “Queremos ter mais de uma unidade franqueada, então, somos focados. Temos horário certo para abrir e fechar a loja, realizamos todas as atividades com empenho, participamos dos treinamentos oferecidos pela franqueadora, investimos tempo no relacionamento com o cliente e estudamos melhores formas de gerir o negócio”, diz a franqueada. O sócio completa: “Eu não invado o espaço de minha sócia e ela não atua no meu, então, nós nos respeitamos como profissionais, ouvindo a opinião um do outro e chegando às decisões juntos”. Para Thaís Kurita, advogada especializada no relacionamento entre franqueadores e franqueados, quando uma franqueadora faz o processo de seleção dos franqueados, precisa estar atenta aos dois perfis de franqueados, quando é um casal que fará a gestão da unidade franqueada. “Presenciamos muitos casos em que um dos franqueados tem um perfil ótimo, mas o sócio é inadequado para o negócio. Então, o franqueador deve ser firme, aprovando apenas o empreendedor que tem condições de operar o negócio, porque o outro pode colocar o investimento em risco”, alerta. Thaís lembra que, por mais que muitos casais desejem empreender juntos, é importante que tenham total sintonia entre si. “Imagine um casal que passe o dia brigando. Como ele conseguirá fazer de uma franquia um sucesso? É preciso bom senso e uma avaliação fria da situação, porque há dinheiro em jogo. Em muitos casos, é melhor que um opere a franquia e o outro volte ao mercado de trabalho ou que cada um abra uma franquia diferente, sem trabalharem juntos”, orienta.  Quando existe, porém, uma boa sintonia entre o casal e grande aptidão para trabalharem juntos, apontada pela seleção realizada profissionalmente pela franqueadora, o sucesso está muito mais perto do que se imagina. Conheça outros casos de grande sucesso:  Escola de línguas Há cinco anos, Soraya Moya de Andrade, formada em Administração de Empresas, foi convidada para ajudar na administração da então pequena IP School – Inglês Particular. Eram duas escolas, na época, e em meio período ela dava conta do recado: fazia o trabalho e ainda conciliava outra atividade profissional. A marca foi crescendo e, em alguns meses, ela passou a dedicar-se integralmente à rede. “Eu gerenciava as escolas e dava um suporte à franqueadora, então, fui aprendendo muito sobre gestão”, lembra.  Pouco tempo depois, ela conheceu Marcelo Soares Gregório, que se tornaria o franqueado da unidade Tatuapé. “O Marcelo procurava uma sócia para a escola e os franqueadores, Rauel Araruna e Márcio Cafezeiro, me perguntaram se eu não gostaria de investir na marca. Como me dava bem com o Marcelo, achei uma boa proposta e me tornei franqueada”, lembra. A afinidade tornou-se amor e os sócios viraram um casal. “Pois é, nós nos casamos em 2018!”, ela conta, rindo.  Atualmente, além de ser franqueada e tocar uma das maiores e mais bem-sucedidas escolas da rede – que hoje já tem doze unidades - , Soraya continua prestando serviços na franqueadora. O momento atual da franqueada é de aprendizado. “A pandemia nos trouxe reflexões e ações: estamos vivenciando de perto a experiência do ensino online e vimos que ele é possível de ser realizado com qualidade. A adaptação de alunos e professores fez-se necessária e, passado esse período, é hora de crescermos em matrículas novamente, afinal, temos de continuar, apesar do momento difícil para todos”, pondera. O futuro da franqueada pode incluir uma nova escola. “Temos esse plano para o próximo ano”, pondera.  Sobre trabalhar com a esposa, Marcelo diz que a divisão de atividades é fundamental para que cada um tenha seu espaço. “Eu sou totalmente voltado ao lado pedagógico, enquanto ela é administradora. Nós nos complementamos e esse time é para vencer”, brinca.  Casal empreendedor Luana e Gustavo Rocha, franqueados Pinta Mundi Tintas  O casal empreendedor Verônica Nunes e Adevaldo Ferreira de Alencar lidera a MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental de Itapetininga, cidade do interior de São Paulo. Gerando 13 empregos diretos, são responsáveis por qualificar quase 500 alunos, sentindo-se felizes ao saber que essas pessoas terão a oportunidade, a partir dos cursos oferecidos pela MicroPro, de conquistar uma vida muito mais digna e próspera. “Da mesma forma que aconteceu comigo”, diz Verônica.  A história de Verônica é comovente. Nascida em Brasília e criada em Porto Velho, Rondônia, pelo pai, que tinha mais oito filhos, ela se recorda da situação de alta vulnerabilidade social que a família enfrentou. “Meu pai, pedreiro, analfabeto, fazendo o papel de pai e mãe ao mesmo tempo, não mediu esforços para educar os nove filhos com dignidade e, hoje, todos são pessoas de bem, trabalhadoras e honestas. É para honrar a memória dele, todos os dias, que eu trabalho com afinco”, diz.  Verônica veio para o estado de São Paulo e trabalhou em vários comércios, até que conheceu a MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental e se tornou funcionária de uma escola. Mas, tinha o sonho de empreender e se tornar franqueada.  Aqui, Verônica abre parênteses para falar da importância da família em sua vida empreendedora. “Não tenho palavras para dizer o que meu marido significou nesta etapa de minha vida. Sem o apoio dele, jamais eu teria dado o passo necessário para me tornar franqueada. Nós nos mudamos de cidade e não foi fácil, a adaptação foi necessária para toda a família. Sem o apoio e o amor que sentimos, nada seria possível”, diz.  Eles contam que pensaram em algumas coisas, mas realmente queriam ser franqueados MicroPro. “O problema é que eu não tinha o dinheiro necessário para investir. Então, eu pensei: ‘só tenho uma bala e não posso errar’. O Fábio Affonso me ouviu e me orientou demais, me colocou pra cima! Ele acreditou mais em mim do que eu. Quando eu vi, eu já estava dentro do negócio”, lembra.  O casal não se desgruda. Apesar de ter funções distintas na administração da unidade franqueada, vive assim, coladinho, como na foto. “É muito amor”, brinca o marido.  Mundo das tintas  Luana e Gustavo Rocha, dois jovens empreendedores, de 26 e 28 anos, respectivamente, decidiram abrir uma franquia da Pinta Mundi Tintas em Sumaré (SP) em 2020, quando o ramo em que atuavam, o de eventos, literalmente parou por causa da pandemia. “Ambos trabalhávamos na empresa de minha família e os eventos simplesmente foram cancelados. Foi então que decidimos conhecer algumas franquias, em segmentos diferentes. Chegamos a ter reuniões com marcas de roupas e cosméticos, mas não nos identificamos. Ao conhecer a PINTA MUNDI TINTAS, sentimos que o negócio tinha muito a nos oferecer”, comenta Luana.  Em operação há um ano, eles estão bem felizes com o negócio – e com o fato de poderem continuar trabalhando juntos. “Faz muito tempo que atuamos profissionalmente juntos e abrir a franquia foi a opção de isso continuar assim. Temos flexibilidade de horário e conseguimos administrar bem as atividades, que podem ser divididas entre os dois", diz Gustavo.  Apesar de parecer uma atividade masculina – uma loja de tintas, Luana diz que o atendimento ao cliente tem muita relação com o que já fazia, porque atenção às pessoas é algo que não muda. “Carinho com o cliente independe do ramo em que você atua. Além disso, o mercado de tintas tem tudo a ver com decoração, assim como o de eventos. Há bastante sinergia entre eles”, revela.  O casal diz estar cada vez mais juntinho e preparado para, em breve, ampliar o número de lojas. “Já temos a intenção de ter mais uma franquia, em breve”, finalizam.  Sexta-Feira, Maio 28, 2021  0  Folha Do Povo
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas inaugura primeira loja em São Caetano do Sul

31Mai

Após aderir ao PDV da Ford e ficar quase um ano pensando no futuro, Ronaldo Bonfim Barros optou por ser tornar um franqueado Pinta Mundi Tintas logo que conheceu a marca. Para a loja, ele promete uma grande diversidades de tintas e qualidade no atendimento O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter boa lucratividade, sem se tornar escravo dos horários de shoppings, de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até as 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade de até três anos. Não são como o setor de moda, por exemplo, que troca de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio”, diz Nassim Katri, franqueador da PINTA MUNDI TINTAS. Esses foram alguns dos motivos que levaram Ronaldo Bonfim Barros, 45 anos, a implantar uma franquia da PINTA MUNDI TINTAS no município de São Caetano do Sul (SP). “Ter o domingo livre e trabalhar por menos horas no sábado realmente pesou bastante na minha escolha de vir para essa área. No ramo alimentício, por exemplo, eu precisaria trabalhar todos os dias e é necessário estar sempre à frente do negócio. Agora, eu consigo ter um tempo para mim e para minha família”, afirma ele que é pai de Vitor Fior Barros, de 10 anos, e casado com Simone Fior Alves Barros, de 45. Ronaldo pensou por quase um ano antes de decidir em qual segmento investiria. Ele participou do Programa de Demissão Voluntária (PVD) da Ford de São Bernardo do Campo (SP), e se desligou da empresa em novembro de 2019. Quando a notícia de que a planta encerraria as atividades foi anunciada, ele se viu perdido e não imaginava o futuro de sua carreira. Após meses estudando o mercado, não demorou para que ele optasse por uma franquia da PINTA MUNDI TINTAS. Ronaldo conheceu a marca por meio da Associação Brasileira de Franchising  (ABF), em setembro de 2020, e em novembro já estava fechando o negócio. “Antes, eu fiquei quase um ano estudando e estava pensando em ir para o ramo alimentício. Mas, como veio a pandemia, eu achei que não seria o ideal. A construção civil, mesmo em meio à crise, nunca para e está crescendo bastante nos últimos meses. Depois de algumas reuniões, eu ainda tive a oportunidade de visitar outros franqueados e o que ouvi deles foi muito positivo, de que realmente a PINTA MUNDI TINTAS traz os benefícios que promete”, conta Barros. Em sua loja, o franqueado acredita que o diferencial será a diversidade de marcas: ele terá tintas da Sherwin-Williams, Suvinil, Eucatex, Coral e Real. Além disso, a unidade contará com uma Máquina Tintometrica Suvinil. Após uma pesquisa de mercado, ele identificou que as tintas personalizadas produzidas no equipamento são bastante utilizadas na região de São Caetano. Não bastasse a grande oferta de produtos, Barros promete levar também para esta unidade da PINTA MUNDI TINTAS um ótimo atendimento para o consumidor final e para o pintor profissional. A loja está localizada em um endereço movimentado da cidade, a avenida Goiás, no bairro Barcelona. Serviço PINTA MUNDI TINTAS – Unidade São Caetano do Sul Endereço da unidade franqueada: Avenida Goiás, 3141, Barcelona – São Caetano do Sul (SP)Telefone: (11) 4229-3025 / Celular: (11) 99516-3443Dias e horários de funcionamento da unidade franqueada: De 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 13h. Sobre a Pinta Mundi Tintas A PINTA MUNDI TINTAS é uma rede varejista multimarcas de tintas e acessórios para pintura, com mais de 60 lojas. Possui parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A PINTA MUNDI TINTAS apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar um ou dois colaboradores, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A meta da rede é chegar a 80 lojas até o final de 2021.
continuar lendo
PINTA MUNDI TINTAS vive momento excepcional, em que triplicou tamanho da rede franqueada e ampliou faturamento das unidades e da marca

11Mai

De fácil operação e baixo investimento, a rede PINTA MUNDI TINTAS consolida sua presença no mercado. Com duas inaugurações por mês, torna-se mais competitiva e realiza um sonho: seus franqueados já estão inaugurando a segunda loja São Paulo, 20 de março de 2021 – Um bom momento para os negócios. Assim podem ser definidos os anos de 2020 e, até agora, 2021 para o varejo de tintas, em especial para a rede PINTA MUNDI TINTAS, que opera por franquias, iniciou 2020 com 18 lojas (sendo dez delas franqueadas) e chega a março de 2021 com mais de 60 lojas em operação e em fase de implantação. “Triplicamos o número de unidades franqueadas e estamos muito contentes porque 80% dos nossos franqueados já têm intenção de abrir a segunda loja”, diz Nassim Katri, franqueador. Em relação ao faturamento, a PINTA MUNDI TINTAS revela que o índice cresceu 104,47% em 2020. “O setor de construção civil, de modo geral, sentiu um aquecimento neste ano. O brasileiro adquiriu novos hábitos e perceberam que melhorar o ambiente onde moram aumenta a qualidade de vida”, explica o empresário. Ações durante a pandemia O crescimento do faturamento das lojas PINTA MUNDI TINTAS também está ligado a uma série de atitudes tomadas pela marca durante a pandemia. Em março de 2020, quando as primeiras medidas sanitárias governamentais foram adotadas e não se sabia se as lojas ficariam fechadas por muito tempo, a franqueadora suspendeu o pagamento dos royalties das unidades franqueadas, dando carência para que elas tivessem estrutura para operarem. “Sabíamos que o faturamento das lojas cairia e essa foi a forma de apoiarmos nossos franqueados. Não havia nenhuma orientação do setor nesse sentido, mas nossa experiência mercadológica nos deu o direcionamento correto e suspendemos os royalties”, lembra Katri. A marca também apoiou os pintores, profissionais que são parceiros do negócio. Durante a pandemia, criou, em conjunto com a indústria de tintas Sherwin-Willians, uma campanha de valorização deste profissional. “Foi incrível poder apoiar pintores a conseguir trabalho durante um período tão difícil para todos. A partir da campanha, muitos relataram conseguir a confiança de contratação por condomínios e empresas, que antes seria impossível”, informa o franqueador. Em 2021, o processo de fechamento repetiu-se e a marca já sabia como operar, apostando no drive-thru e no delivery como formar de atender o cliente. “Mais uma vez, conseguimos superar as dificuldades e manter nosso faturamento”, informa. A expansão da marca Shirleine Diniz, executiva responsável pela expansão da marca PINTA MUNDI TINTAS, assumiu a expansão em junho de 2019, quando a rede possuía dez lojas próprias e apenas três franqueadas. De lá para cá, ela se dedica a buscar os franqueados adequados à parceria com a marca. “Procuramos investidores que se identifiquem com o negócio e entendam que a manutenção do padrão da marca e o atendimento diferenciado são os fatores que fazem da marca PINTA MUNDI TINTAS um sucesso”, revela. Presente em seis estados (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Roraima, Santa Catarina e São Paulo) e com interesse em cidades acima de 40 mil habitantes do interior de São Paulo, Sul, Sudeste e Nordeste, a marca tem a meta de chegar a 80 unidades franqueadas até o final de 2021. “Isso se dará tanto pela entrada de novos franqueados na rede quanto pela abertura da segunda loja por franqueados que já fazem parte da PINTA MUNDI TINTAS.  80% dos nossos franqueados já manifestaram o desejo de ter a segunda loja e obter essa confiança por parte de quem já está na rede é a prova de que estamos no caminho certo”, pondera a executiva. Os planos de Shirleine são ambiciosos – mas, factíveis. Isso porque o investimento em uma loja da PINTA MUNDI TINTAS é acessível: a partir de R$ 189 mil, é possível inaugurar uma unidade compacta da marca. Além disso, a operação é simples, sendo que o franqueado e um colaborador são suficientes para gerirem o negócio. Dentre os outros atrativos, o fato de o tipo de negócio não exigir ponto em shoppings atrai quem não pode pagar luvas altas por um ponto comercial – além de esse ‘detalhe’ ser importante para quem não quer ficar escravo de horários insanos de trabalho e fundos promocionais deste tipo de empreendimento imobiliário. “Quem tem loja em shopping sabe que é um negócio exaustivo, porque o turno é superior a 12 horas diárias de loja aberta. Além disso, recebe-se mercadoria fora do horário comercial, paga-se fundo promocional e existem outras exigências que podem inviabilizar o negócio. Em nossa operação, nada disso existe, tornando-o muito lucrativo. Quem não conhece nosso ramo, deve informar-se sobre ele, porque se surpreenderá ao conversar com nossos franqueados”, incentiva Shirleine Diniz. Multifranqueados na rede: o primeiro passo Não há nada que demonstre mais confiança em uma marca – e sua lucratividade – do que os franqueados abrirem a segunda loja. E, na PINTA MUNDI TINTAS, 80% dos franqueados já manifestaram a intenção de fazê-lo – sendo que alguns já estão em processo de abertura, outros estão escolhendo ponto e os primeiros já inauguraram a segunda unidade. Os dos sócios Gislan Santos e Inaldo de Souza já operam duas lojas em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Quem conheceu a marca primeiro foi Santos, que abriu uma PINTA MUNDI TINTAS em 2018. Em 2020, ele uniu-se a Souza e inaugurou a segunda unidade em bairro vizinho.  “Acredito muito no negócio e quero ter várias lojas”, prevê. A PINTA MUNDI TINTAS é uma franquia para quem não sabe nada de tintas ou de varejo. O franqueado recebe todo o treinamento necessário para operar a loja, desde o começo. Por ser um negócio de muito baixa complexidade, com estoques não-perecíveis, de longa validade, fácil manuseio e fácil operação, é ideal para quem nunca trabalhou com varejo. É, também, indicada para quem é do ramo da pintura, como pintores e empresas de pintura profissional. “Somos bastante procurados por esse perfil de franqueados, que unem dois negócios com grande sinergia, tendo a possibilidade de um empreendimento beneficiar o outro”, explica Shirleine. Já o casal Alessandra e Ricardo Przadka, com loja no bairro do Tucuruvi, em São Paulo, opera uma unidade de sucesso e inaugurará a segunda loja no começo de 2021, em Lauzane Paulista. Os preparativos estão a todo o vapor. Entre uma loja e outra, houve um espaço de quase dois anos para a consolidação do negócio e a segunda loja será custeada com o retorno do investimento da primeira unidade franqueada.  “Temos uma filha adolescente e ela precisa de bastante atenção. O fato de a Pinta Mundi não depender de mim o tempo todo ajuda nessa jornada, porque sei que se eu me ausentar, o negócio não para. Além disso, não abrimos aos domingos e isso não gera impacto sobre nosso faturamento, o que nos dá tempo para realizar outras atividades que, atualmente, nos são fundamentais”, avalia Alessandra, que está plenamente satisfeita com o negócio.    
continuar lendo
Rede de Franquias Pinta Mundi Tintas duplica número de lojas e quer mais em 2021

26Abr

16/01/2021 da Redação Empresas Texto: Redação Revista Anamaco O ano de 2020 poderia ter sido bastante restritivo, mas foi de forte crescimento para a Pinta Mundi Tintas, empresa com dez unidades próprias e 30 franqueadas, total superior ao projetado para o ano, que era chegar a 30 pontos de venda. “Duplicamos o número de lojas e o faturamento em 2020”, revela Shirleine Diniz, executiva de expansão da empresa, que faturou 104,27% a mais do que em 2019.A executiva destaca que o sucesso é fruto de um conjunto de fatores, a começar pelo modelo de negócio desenhado pela Pinta Mundi Tintas. “É um formato novo, de lojas compactas, modernas, com layout bacana, simpática, limpa, convidativa, com mix completo e variado e atendimento que chama para si a responsabilidade de encontrar a solução para a necessidade do cliente”, explica. Shirleine compara o modelo com as lojas convencionais, que exigem área média de 400m², estoque acima de R$ 300 mil, cerca de dez funcionários e que comercializam tintas da mesma forma há muitos anos, com foco nos itens de curvas A, B e C. Com investimento inicial a partir de R$ 159 mil, o franqueado da Pinta Mundi Tintas pode optar por um ponto de venda entre 80 m² e 99 m², indicado para cidades com 40 mil e 50 mil habitantes, mix completo de diversas marcas de tintas e acessórios e estoque de R$ 80 mil, que pode ser administrada pelo proprietário e mais um funcionário, com custo reduzido de gestão.  Outra opção são unidades com tamanho acima de 100m², para cidades acima de 60 mil habitantes e estoques de R$ 120 mil. “A única forma de perder venda é não ter produto, porque as pessoas vão a uma loja de tintas para comprar e não para passear”, destaca.  A Pinta Mundi Tintas trabalha com lojas novas e está aberta a pessoas com perfil empreendedor, que tenha deixado o mercado de trabalho e não queiram atuar em shoppings centers. A intenção é fazer com que o franqueado tenha lucro e trabalhe em horário comercial e tenha tempo para o lazer. “Uma coisa é faturar, outra é lucrar. É preciso cuidar dos impostos, dos custos, mas o modelo é focado no lucro de 15% a 20% mensais”, afirma Shirleine. Disposição e afinidade com o setor O candidato a franqueado deve ter afinidade com construção e com vendas, bom relacionamento com pessoas, se dispor a ser um consultor de pintura e gostar de gente, além de ter um olhar voltado ao negócio e estar disposto a seguir regras e padrões. A empresa se compromete a dar todo o suporte de treinamentos, desde gestão, produtos, marketing, etc., com treinamentos voltados também aos pintores. “Nossos franqueados bateram 150% da meta em abril de 2020”, conta, mesmo com a queda de 30% nas vendas em novembro, que não impediram a manutenção das vendas ainda em índices elevados. O modelo desenhado pela Pinta Mundi Tintas foi formatado em 2017 e testado durante um ano. “Iniciamos com três lojas. Tudo foi muito bem planejado. Somos bem vistos pela indústria, pois mesmo durante a pandemia, abríamos lojas a cada quinze dias”, explica a executiva. O objetivo para 2021 é atingir o total de 100 unidades e parte das novas lojas deverá ser aberta por proprietários de unidades já estabelecidas. Segundo a executiva, 85% dos franqueados têm interesse em abrir o segundo ou terceiro ponto de venda.Com unidades nos Estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Roraima, Santa Catarina e São Paulo, a empresa pretende chegar à Paraíba, Acre, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. “Olhamos para o Brasil todo, especialmente para o interior, a cidades com mais de 40 mil habitantes”, observa. A empresa conta com um estudo de geomarketing para a indicação potencial de novas unidades. O franqueado pode acompanhar o gerenciamento da loja a partir de um aplicativo específico, sem a necessidade de estar presente fisicamente no ponto de venda, o que contribui para fazer outras atividades diárias e acompanhar o dia a dia dos negócios quando possui mais de uma unidade. Para atingir a meta de inaugurações no ano, Shirleine reconhece que dependerá de questões macroeconômicas, mas afirma que há muitos candidatos dispostos a empreender, muitas pessoas estão saindo de seus empregos e estão capitalizadas para abrir um negócio. O mercado de construção tende a crescer mais na avaliação da executiva, que acredita que os cuidados da casa caíram no gosto das pessoas e a tinta faz parte desse novo comportamento. “A economia está sendo retomada, as pessoas precisam trabalhar. O mercado de franquias cresceu demais no último semestre, com exceção dos setores de alimentação, roupas e calçados”, finaliza.
continuar lendo
Como a Pandemia está Impactando o Mercado Varejista de Tintas

26Abr

Desde o início da pandemia, o setor de Construção Civil – e todos os varejistas de materiais de construção, elétricos, hidráulicos e de tintas podiam abrir suas lojas, sempre respeitando as regras de atendimento que privilegiavam o distanciamento social e as normas rígidas de higiene. Foi um ano em que o setor teve um excelente desempenho, ainda mais porque muitas pessoas passaram a trabalhar em casa e optaram – por vontade ou necessidade – em fazer obras e reformas. Porém, na fase mais restritiva do Plano São Paulo, os varejistas de todos os portes ficaram impedidos de trabalhar da forma tradicional, podendo operar por drive-thru e com delivery. Neste momento, quem não se preparou adequadamente durante o ano sentiu o peso da crise. Já quem vinha se estruturando para operar com novos canais de varejo conseguiu superar bem a crise – e agora, novamente, as lojas estão abertas, na flexibilização. Segundo a Abrafati – Associação Brasileira de Fabricantes de Tintas, o setor cresceu 3,5% em 2020, produzindo nada menos do que 1,623 bilhão de litros. Desse montante, 83,4% – ou 1,354 bilhão de litros – equivalem às tintas imobiliárias, o que mostra o gigantismo do setor. Com a pandemia, a necessidade de manter-se em casa fez com que o consumidor desse mais atenção ao seu ambiente – e pintá-lo foi uma ação natural. Vendemos bem, muito bem: algumas redes varejistas cresceram, em faturamento, até 110% de um mês para o outro, em plena pandemia. E muitos aprenderam a trabalhar com o cliente de maneiras que, antes, não eram comuns, com atendimentos à distância, fossem eles por telefone, WhatsApp, delivery, e-commerce ou drive-thru. A crise foi, de certo modo, positiva ao setor, porque forçou o varejista a adotar novas práticas comerciais, relacionando-se com seu cliente com proximidade e mais estratégia. Quando a restrição do Plano São Paulo chegou, não esperávamos ser incluídos nas restrições, porque pequenas lojas – essa é a composição de 80% do setor – não comportam aglomerações de clientes e, mesmo que o fizessem, não teriam uma procura tão grande para representar alto risco de contaminação. Não somos um setor que forma filas de consumidores nas portas ou aglomerações nos balcões. A restrição foi coerente para os home centers, que assemelham-se aos shoppings centers e, abertos nos finais de semana, principalmente, tornaram-se local de passeio para famílias. Esses sim podem ser considerados locais de alto risco de contaminação. Porém, boa parte dos pequenos varejistas estava preparada para encarar a nova situação – a bomba caiu, mas não espalhou muitos estilhaços. Com estrutura para fazer entregas, equipes treinadas para o delivery e o drive-thru, foi preciso informar o cliente da nova modalidade de compra disponível e continuar trabalhando. Desta forma, para os comerciantes que se prepararam durante todo o ano, a situação não causou grande impacto de faturamento – inclusive, algumas redes conseguiram manter estabilidade de vendas suficiente para manter as contas em dia, mas o impacto não possa ser desconsiderado. Mas, para aqueles que confiaram na imunidade do setor, a situação piorou a cada dia de loja fechada. Ainda não temos plena certeza de como serão os próximos meses e se haverá novos períodos de restrições mais severas, com fechamento das lojas. Esperamos que não porque, como citei, as lojas de tintas de pequeno porte não têm perfil de causar aglomerações. O setor de tintas e da construção civil, no geral, são grandes empregadores e manter as lojas fechadas certamente causará desemprego. As lojas de materiais de construção são o primeiro passo da indústria da construção civil e, fechadas, causarão grande impacto em toda a cadeia, especialmente para os setores pós-construção, como transporte, projetos, móveis e decoração, entre outros, porque eles só trabalham após a conclusão das obras. O encadeamento pode ser preocupante, a curto prazo.
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas triplica tamanho da rede, chega a seis estados

19Mar

De fácil operação e baixo investimento, a rede PINTA MUNDI TINTAS consolida sua presença no mercado. Com duas inaugurações por mês, tornou-se mais competitiva e realizou um sonho: seus franqueados já estão inaugurando a segunda loja   Um ano excepcional para os negócios. Assim pode ser definido 2020 para o varejo de tintas, em especial para a rede PINTA MUNDI TINTAS, que opera por franquias, iniciou 2020 com 18 lojas (sendo dez delas franqueadas) e fecha o ano com 40 lojas em operação e em fase de implantação. “Triplicamos o número de unidades franqueadas e estamos muito contentes porque 80% dos nossos franqueados já têm intenção de abrir a segunda loja”, diz Nassim Katri, franqueador. Em relação ao faturamento, a PINTA MUNDI TINTAS revela que o índice cresceu 104,47%. “O setor de construção civil, de modo geral, sentiu um aquecimento neste ano. O brasileiro adquiriu novos hábitos e perceberam que melhorar o ambiente onde moram aumenta a qualidade de vida”, explica o empresário. Ações durante a pandemia O crescimento do faturamento das lojas PINTA MUNDI TINTAS também está ligado a uma série de atitudes tomadas pela marca durante a pandemia. Em março, quando as primeiras medidas sanitárias governamentais foram adotadas e não se sabia se as lojas ficariam fechadas por muito tempo, a franqueadora suspendeu o pagamento dos royalties das unidades franqueadas, dando carência para que elas tivessem estrutura para operarem. “Sabíamos que o faturamento das lojas cairia e essa foi a forma de apoiarmos nossos franqueados. Não havia nenhuma orientação do setor nesse sentido, mas nossa experiência mercadológica nos deu o direcionamento correto e suspendemos os royalties”, lembra Katri. A marca também apoiou os pintores, profissionais que são parceiros do negócio. Durante a pandemia, criou, em conjunto com a indústria de tintas Sherwin-Willians, uma campanha de valorização deste profissional. “Foi incrível poder apoiar pintores a conseguir trabalho durante um período tão difícil para todos. A partir da campanha, muitos relataram conseguir a confiança de contratação por condomínios e empresas, que antes seria impossível”, informa o franqueador. A expansão da marca Shirleine Diniz, executiva responsável pela expansão da marca PINTA MUNDI TINTAS, assumiu a expansão em junho de 2019, quando a rede possuía dez lojas próprias e apenas três franqueadas. De lá para cá, ela se dedica a buscar os franqueados adequados à parceria com a marca. “Procuramos investidores que se identifiquem com o negócio e entendam que a manutenção do padrão da marca e o atendimento diferenciado são os fatores que fazem da marca PINTA MUNDI TINTAS um sucesso”, revela. Presente em seis estados (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Roraima, Santa Catarina e São Paulo) e com interesse em cidades acima de 40 mil habitantes do interior de São Paulo, Sul, Sudeste e Nordeste, a marca tem a meta de dobrar o número de unidades franqueadas até o final de 2021. “Isso se dará tanto pela entrada de novos franqueados na rede quanto pela abertura da segunda loja por franqueados que já fazem parte da PINTA MUNDI TINTAS.  80% dos nossos franqueados já manifestaram o desejo de ter a segunda loja e obter essa confiança por parte de quem já está na rede é a prova de que estamos no caminho certo”, pondera a executiva. Os planos de Shirleine são ambiciosos – mas, factíveis. Isso porque o investimento em uma loja da PINTA MUNDI TINTAS é acessível: a partir de R$ 159 mil, é possível inaugurar uma unidade compacta da marca. Além disso, a operação é simples, sendo que o franqueado e um colaborador são suficientes para gerirem o negócio. Dentre os outros atrativos, o fato de o tipo de negócio não exigir ponto em shoppings atrai quem não pode pagar luvas altas por um ponto comercial – além de esse ‘detalhe’ ser importante para quem não quer ficar escravo de horários insanos de trabalho e fundos promocionais deste tipo de empreendimento imobiliário. “Quem tem loja em shopping sabe que é um negócio exaustivo, porque o turno é superior a 12 horas diárias de loja aberta. Além disso, recebe-se mercadoria fora do horário comercial, paga-se fundo promocional e existem outras exigências que podem inviabilizar o negócio. Em nossa operação, nada disso existe, tornando-o muito lucrativo. Quem não conhece nosso ramo, deve informar-se sobre ele, porque se surpreenderá ao conversar com nossos franqueados”, incentiva Shirleine Diniz. Multifranqueados na rede: o primeiro passo Não há nada que demonstre mais confiança em uma marca – e sua lucratividade – do que os franqueados abrirem a segunda loja. E, na PINTA MUNDI TINTAS, 80% dos franqueados já manifestaram a intenção de fazê-lo – sendo que alguns já estão em processo de abertura, outros estão escolhendo ponto e os primeiros já inauguraram a segunda unidade. Os dos sócios Gislan Santos e Inaldo de Souza já operam duas lojas em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Quem conheceu a marca primeiro foi Santos, que abriu uma PINTA MUNDI TINTAS em 2018. Em 2020, ele uniu-se a Souza e inaugurou a segunda unidade em bairro vizinho.  “Acredito muito no negócio e quero ter várias lojas”, prevê. A PINTA MUNDI TINTAS é uma franquia para quem não sabe nada de tintas ou de varejo. O franqueado recebe todo o treinamento necessário para operar a loja, desde o começo. Por ser um negócio de muito baixa complexidade, com estoques não-perecíveis, de longa validade, fácil manuseio e fácil operação, é ideal para quem nunca trabalhou com varejo. É, também, indicada para quem é do ramo da pintura, como pintores e empresas de pintura profissional. “Somos bastante procurados por esse perfil de franqueados, que unem dois negócios com grande sinergia, tendo a possibilidade de um empreendimento beneficiar o outro”, explica Shirleine. Já o casal Alessandra e Ricardo Przadka, com loja no bairro do Tucuruvi, em São Paulo, opera uma unidade de sucesso e inaugurará a segunda loja no começo de 2021, em Lauzane Paulista. Os preparativos estão a todo o vapor. Entre uma loja e outra, houve um espaço de quase dois anos para a consolidação do negócio e a segunda loja será custeada com o retorno do investimento da primeira unidade franqueada.  “Temos uma filha adolescente e ela precisa de bastante atenção. O fato de a Pinta Mundi não depender de mim o tempo todo ajuda nessa jornada, porque sei que se eu me ausentar, o negócio não para. Além disso, não abrimos aos domingos e isso não gera impacto sobre nosso faturamento, o que nos dá tempo para realizar outras atividades que, atualmente, nos são fundamentais”, avalia Alessandra, que está plenamente satisfeita com o negócio.
continuar lendo
Semana do Consumidor

19Mar

Criado em 1962 pelo ex-presidente norte-americano John Kennedy, o Dia do Consumidor passou a ganhar visibilidade no Brasil a partir de 2014. Por aqui, as marcas usam a data para "premiar" os consumidores com descontos e benefícios para a compra de produtos. Nos últimos anos, a data acabou se ampliando e originando a Semana do Consumidor, uma "Black Friday" do primeiro semestre. Na edição do ano passado, foi o setor de beleza que obteve o melhor resultado, com 37,66% das vendas. Depois, foram os eletrônicos (20,6%) e os itens de moda e acessórios (11,06%).  O que os empreendedores de sucesso têm em comum? Inovação será a chave de 2021. Fique por dentro em nosso curso exclusivo Para as redes de franquia, a data sempre foi encarada como uma oportunidade de atrair e fidelizar os consumidores. Neste ano, após o setor ter encolhido 10,5% em receita, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o Dia do Consumidor passa a ser uma oportunidade de ouro para as marcas dialogarem com os clientes em meio às novas medidas adotadas pelas autoridades para contenção da pandemia. Por isso, elas estão oferecendo descontos de até 90%. Confira as principais promoções: 5àsec  Para comemorar o mês do consumidor, a 5àsec oferece para seus clientes na primeira quinzena de março desconto de 20% em limpeza de cortinas e tapetes. Já a partir do dia 15, a marca lança a promoção de lavagem dos combos cama (4 peças) e banho (6 peças) por 41 reais. ADCOS  Entre os dias 15 e 21 de março, a marca de cosméticos oferece desconto de 30 reais no Melan Off Clareador de Olheiras. Anjos Colchões & Sofás   A marca vai conceder um parcelamento de até 12 vezes sem juros na linha de colchões. A promoção é válida nas mais de cem lojas da rede.  Açougue Vegano A rede de franquias de restaurantes veganos está com uma promoção bem refrescante para o Dia do Consumidor: na compra de qualquer prato para viagem ou consumo local, o cliente ganha um copo de Pink Lemonade ou Mate.  Artes Filmes   Franquia home-based de audiovisual que produz conteúdos na parte Comercial (produção de comerciais de TV), Animação (vídeos animados), Eventos (cobertura de entretenimento e esportivo), Institucional (voltado para empresas), Treinamento (corporativo), Streaming (live). Para o Dia do Consumidor, a rede irá oferecer 15% de desconto em dois de seus serviços que tiveram maior destaque e demanda durante a pandemia, lives (live commerce, palestras, webinar, etc) e cobertura de eventos, online ou no modelo híbrido. Brasileirinho Delivery A rede de restaurantes de comida típica brasileira oferecerá aos clientes, entre os dias 15 e 19 de março, na compra do box do dia, uma batata frita e uma Coca-Cola (200ml) de graça. Buddha Spa  A rede Buddha Spa, de spas urbanos, estará com a promoção de Day Spa, com 15% de desconto em todos os serviços da categoria.  Buratto Consultórios   A rede de franquias de coworkings para profissionais de saúde está oferecendo aos profissionais que utilizam o espaço 50% de desconto na contratação do primeiro mês de contrato.  Calçados Bibi  Até o dia 15 de março, a Calçados Bibi, franquia que comercializa calçados infantis e que conta com mais de 130 lojas abertas entre o Brasil e América Latina, preparou uma ação para comemorar o dia do consumidor. Nas compras acima de 249 reais, o cliente ganha um cupom de 40 reais para ser usado na próxima compra até 30 de abril de 2021. Campinas Celulares A rede de assistência técnica e venda de acessórios para celulares terá 10% de desconto em todos os acessórios e eletrônicos na semana do consumidor, de 15 a 19 de março. Casa de Bolos   O cliente que comprar quatro unidades do Bolo Caseiro no Pote vai ganhar 4 reais de desconto sobre o valor total da compra.  Cebrac  O CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos) concederá 30% de desconto em todos os cursos profissionalizantes neste mês do consumidor.  China in Box  As lojas China in Box oferecem duas promoções especiais. A primeira é “Quanto Mais Macarrão Melhor”: o cliente que realizar no mínimo dois pedidos de macarrões orientais terá direito a descontos progressivos (20% de desconto nas compras de 2 Macarrões Orientais, 30% nas compras de 3 Macarrões Orientais e 40% nas compras de 4 macarrões orientais ou mais). A rede também lança a ação “Ganhe R$ 10”, exclusiva para pedidos feitos no site ou app oficiais. Até o final do mês de março, nas compras realizadas nos dois canais de qualquer item do cardápio com valor acima de R$ 30, o cliente ganhará R$ 10 de desconto. Clean New A rede especializada em higienização e blindagem de estofados oferece 10% de desconto em todos os serviços na semana do consumidor, de 15 a 19 de março. Codebuddy  A rede de escolas de tecnologia codeBuddy preparou uma promoção especial com foco no Dia do Consumidor, válida nas mais de 50 unidades da marca em todo o Brasil. Até 15 de março, os alunos que se matricularem no curso regular ganham 50% de desconto no material didático anual + 50% de desconto na primeira mensalidade. Constance  Para homenagear as clientes fiéis, a rede de calçados femininos vai disponibilizar uma série de benefícios, como descontos e brindes exclusivos, na Semana do Consumidor.  Croasonho  Nas lojas da Croasonho, rede de franquias especializada em croissants recheados, na compra de 2 Croas Estrogonofe de Frango tamanho M + 1 Coca-Cola lata (350ml), o cliente terá 20% de desconto. E ao comprar o combo promocional, poderá levar a segunda lata de Coca-Cola por apenas 1 real. Dr. Shape   A marca de suplementos alimentares e artigos esportivos criou a seguinte promoção para o Dia do Consumidor: na compra de dois suplementos da marca Dr. Shape, o segundo (de menor valor) sai com 30% de desconto. Promoção não cumulativa com outras vigentes no ato da compra e apenas para lojas físicas. Promoção válida na semana do consumidor, entre 15 e 19 de março.  Drogarias Max  Para comemorar o Dia do Consumidor, a Drogarias Max preparou ofertas que serão divulgadas nas redes sociais e nas lojas. São itens de higiene, perfumaria e medicamentos. Além disso, durante todo o mês de março, os genéricos estão com desconto de até 90%.  Giolaser  Promoção válida no dia 15 de março. Nesta promoção, o cliente que adquirir qualquer serviço nas unidades participantes ganhará 50% de desconto sobre o valor de tabela. Hope A rede de franquia Hope, de lingeries e pijamas, vai oferecer no dia do consumidor 10% de desconto em qualquer produto nas lojas físicas e online. Imaginarium  A rede de franquia Imaginarium vai oferecer mais de 20 itens com promoção, além dos produtos que já estão com descontos a partir de 9,90 reais, durante a Semana do Consumidor. Instituto Ana Hickmann  Para o Dia do Consumidor, a rede não irá cobrar taxa de matrícula. A oferta é válida para todas as unidades, mesmo nas cidades que estão em lockdown. Os consumidores de cidades que estiverem com os serviços fechados poderão usar os descontos posteriormente.  Instituto Gourmet A rede de franquias de ensino profissionalizante em gastronomia disponibilizará descontos de até 40% na matrícula de novos alunos em todas as unidades. Limpeza com Zelo A rede de limpeza oferece 15% de desconto nos serviços para o cliente que contratá-los pelo e-commerce da rede, usando o voucher DiaConsumidor, durante a semana do dia 15. Love Gifts  Durante a semana do consumidor, a rede de franquias de decoração e presentes criativos, Love Gifts, estará com 10% de desconto em todos seus produtos e até 50% de desconto em produtos selecionados. A marca possui 29 lojas espalhadas pelo país.  Maislaser  Nos dias 15, 17, 19 e 20 a marca irá publicar descontos em combos que poderão ser usados nas unidades das redes. A oferta é válida para todas as unidades, mesmo nas cidades que estão em lockdown. Os consumidores de cidades que estiverem com os serviços fechados poderão usar os descontos posteriormente.  Maria Brasileira  A Maria Brasileira, de de limpeza, vai oferecer 15 reais de desconto para quem adquirir os serviços de limpeza e passadoria em seu e-commerce, usando o cupom CONSUMIDOR15, na semana de 15 a 21 de março. O desconto será permitido a todas as compras durante o período da promoção, sem limite por CPF ou CNPJ. Os serviços também não precisarão ser utilizados dentro desse prazo. Mercadão dos Óculos  Para celebrar o dia do consumidor em todo mês de março, o Mercadão dos Óculos lançou a campanha Orçamento Premiado. O consumidor que for até uma loja da rede e fizer um orçamento terá um QRCode à disposição. Ao escanear o código pelo celular, ele poderá escolher uma de três opções de prêmios, que envolvem brindes até descontos no orçamento.  Minds Idiomas  A escola de idiomas Minds Idiomas dará um voucher de 200 reais para as matrículas feitas no mês do consumidor. Pinta Mundi Tintas   A Pinta Mundi Tintas concederá um desconto de 10% nas compras de produtos do sistema tintométrico da marca Sherwin-Willians em suas 40 lojas, instaladas em seis estados brasileiros. Promoção válida na semana do consumidor, entre 15 e 19 de março.  Pizza Prime  O consumidor pode aproveitar a Campanha Segunda Sem Carne lançada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e pedir uma das opções veganas preparadas pela rede e ganhar 50% de desconto.  Pormade Portas  Em comemoração ao Dia do Consumidor, as lojas e o e-commerce da franquia Pormade estão oferecendo 5% de desconto para pagamentos à vista, via transferência, PIX ou boleto, além de 25% de desconto nos pisos vinílicos. A promoção segue até 31 de março. A  Pormade é pioneira no setor de franquias na fabricação e venda de kits prontos e avulsos de portas, rodapés, biombos, papeis de parede, fechaduras e outros acessórios.  Sestini A marca especializada em malas de viagens, mochilas e acessórios criou uma lista de produtos com até 30% de desconto na Semana do Consumidor. Os itens com promoção estão disponíveis no e-commerce da rede. Simple Organic  A Simple Organic, marca brasileira de cosméticos orgânicos, veganos, naturais, cruelty-free e sem gênero, terá quatro dias de ação voltadas para o consumidor, de 14 a 17 de março, tanto o site quanto as lojas estarão com tudo até 30% off e o cliente escolhe um presente dentro de um mix selecionado pela Simple.  Splash Bebidas Urbanas Durante todo o mês de março, as lojas da Splash Bebidas Urbanas promovem a campanha “Fraplash do Dia”. Todos os dias, um sabor de bebida da marca estará em valor promocional de 10,90 reais. A marca é em bebidas e alimentos prontos para o consumo e possui 45 unidades franqueadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal.
continuar lendo
FRANQUEADORAS CRIAM PARCELAMENTOS E DESCONTOS PARA FACILITAR INVESTIMENTO EM NOVAS UNIDADES FRANQUEADAS

16Mar

Com a dificuldade de crédito bancário para franquias, as próprias franqueadoras subsidiam parte do investimento de novas franquias e mantêm crescimento sustentável de suas redes. As franqueadoras brasileiras estão mostrando que é possível crescer mesmo com a pandemia e a crise – e com consistência. Após atravessarem um ano de incertezas e períodos conturbados, marcas de segmentos distintos tomaram medidas para sustentar as unidades franqueadas existentes e voltar a expandir com novas franquias. Em relação à expansão, com a falta de crédito bancário facilitado, as franqueadoras estão financiando, por conta própria, o que conseguem, com a finalidade de tornar o acesso dos novos franqueados ao negócio um pouco mais fácil. “Apesar de termos convênio com vários bancos, o acesso ao financiamento não é simples e o desconto na taxa de isenção de royalties nos primeiros meses de operação ajudam o franqueado que está começando”, comenta Roberto Kalaes, sócio-franqueador da Dr. Shape, maior franqueadora de suplementos e artigos esportivos da América Latina, com mais de 60 lojas pelo Brasil. Assim como a Dr. Shape, outras redes estão facilitando o acesso do franqueado ao negócio. Conheça a proposta de cada uma delas: A maior rede varejista de suplementos alimentares e artigos esportivos da América Latinas, com mais de 60 lojas pelo Brasil, concederá um desconto de R$ 5 mil na taxa de franquia e isenção de royalties nos três primeiros meses de operação da franquia. O valor da taxa de franquia da marca é de R$ 52 mil e, numa loja, investem-se cerca de R$ 350 mil. A Dr. Shape acaba de lançar um novo formato de franquia, com uma clínica de emagrecimento anexada à loja. A novidade já está sendo pilotada na franquia de Dourados (MS) com sucesso e, em breve, também será implantada em lojas da rede que já estão em funcionamento. A Dr. Shape tem interesse em abrir franquias em todo o Brasil. IP School – Inglês Particular – A rede de ensino de inglês particular – que utiliza a programação neurolinguística como método para o aprendizado, dispensa material didático e personaliza as aulas particulares conforme o perfil e necessidades de seus alunos – tem dez escolas em São Paulo (capital e região metropolitana). A franqueadora parcela a taxa de franquia, de R$ 30 mil, em três vezes aos novos franqueados, tanto para as microfranquias, cujo investimento é de R$ 33 mil, quanto para as unidades físicas, com investimento de R$ 149 mil. No período de pandemia, a IP School – Inglês Particular dobrou o tamanho de sua rede: a marca iniciou 2020 com cinco unidades e, atualmente, é composta por dez, entre próprias e franqueadas. MicroPro – A MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental, que tem 35 escolas profissionalizantes no Estado de São Paulo, parcela a taxa de franquia em três vezes para novos candidatos interessados em abrir uma microfranquia ou franquia de sua marca. Numa microfranquia (escola física para cidades de 70 mil habitantes), investem-se R$ 89 mil, com taxa de franquia de R$ 10 mil. Numa franquia, investem-se R$ 120 mil, com taxa de franquia de R$ 30 mil. Em 2020, a MicroPro tomou a decisão de não abrir nenhuma franquia. A ideia da marca foi a de dedicar-se integralmente às escolas existentes, de forma a apoiá-las no enfrentamento da crise e da pandemia. Assim, aprimorou seu sistema híbrido de aulas presenciais e online; apoiou os franqueados que decidiram reformar as escolas ou mudá-las de ponto e conseguiu atravessar o período com excelentes resultados. A MicroPro foi eleita, em pesquisa da ABF (Associação Brasileira de Franchising) a franquia do segmento de Educação com melhor índice de satisfação de franqueados na última pesquisa da entidade e, agora, é hora de voltar a crescer. Pinta Mundi Tintas – O segmento da Construção Civil nunca esteve tão bem: a própria Pinta Mundi Tintas afirma que 2020 foi o melhor ano em faturamento de todos os 30 anos de sua existência. Com números expressivos – a rede bateu metas de 120% em alguns meses – , não é difícil entender como saiu de 20 para 50 lojas em plena pandemia. Para incentivar ainda mais o crescimento, a marca concede um desconto na taxa de franquia de 20%, para pagamento à vista e, caso o franqueado compre duas unidades franqueadas, o desconto sobe para 30%. O valor da taxa de franquia, já com o desconto de 20%, é de R$ 50 mil. Além disso, os novos franqueados recebem um enxoval de produtos extra para iniciar a operação com melhor aporte no capital de giro. O investimento numa loja compacta da Pinta Mundi Tintas inicia-se em R$ 189 mil.
continuar lendo
Qual o melhor momento de vida para investir em uma franquia?

19Mar

Há momentos na vida que nos fazem refletir sobre o que fazer. Pode ser por fatores externos, como uma demissão motivada por uma crise no mercado de trabalho, por exemplo, ou internos, como o desejo de dar uma guinada, mudar de vida, ter uma nova experiência profissional, se tornar empreendedor e ter o próprio negócio. Mas, afinal, qual o melhor momento de vida para investir em uma franquia? Observando o passar do tempo, para Andres Santaella, consultor de Expansão da Focus Franquias, “o melhor momento para se investir em uma franquia é entre 30 a 40 anos. Quando, normalmente, já se consegue ter uma estabilidade financeira”. Ainda de acordo com o especialista, esse é o momento de vida em que o empreendedor “ainda é jovem para ter energia para lidar com imprevistos, com aprendizados de um novo negócio, de acompanhar os resultados e indicadores da unidade”. Para Deborah Machado, diretora de Operações da Goakira, “o melhor momento da vida para se investir em um negócio é quando o interessado possui o capital necessário ou como obtê-lo e já passou por experiências onde teve que atuar com pessoas, clientes, pares e superiores, pois certamente já terá passado por diversas situações que vão qualificá-lo a fazer uma gestão eficiente”. A especialista acrescenta, ainda, algo mais que é preciso que a pessoa interessada em investir numa franquia tenha nesse momento de vida. Na visão da executiva, “é necessário que no momento da escolha o interessado possua real foco no negócio, pois mesmo que seja um investidor, um negócio em início precisa de acompanhamento, supervisão e cuidado para que chegue em maturidade operacional e consequentemente financeira”. O Portal do Franchising traz algumas histórias inspiradoras de empreendedores que identificaram o melhor momento de sua vida para investir em uma franquia. Confira:   Paulo Camargo, 46 anos, franqueado Pinta Mundi Tintas – Vila Mascote, zona Sul de São Paulo “O momento em que decidi investir em uma franquia foi quando percebi que precisava de mais qualidade de vida, sem perder a vontade de trabalhar. Durante 15 anos, atuei como executivo financeiro de um frigorífico localizado em Itupeva (SP). Morando em São Paulo e tendo que viajar diariamente, eu me sentia cansado. Essa viagem diária já era suficientemente estressante. Eu saía de casa às 5h30 e voltava depois das 20h. Não tinha tempo para nada. Cansado também do mercado corporativo,  pedi demissão e resolvi investir em uma franquia. Fiquei curioso ao conhecer a PINTA MUNDI TINTAS e, depois de estudar bem o negócio, percebi que era muito fácil de operá-lo. Investi e estou bem satisfeito. Hoje, fecho a loja às 18h e, em dez minutos, estou em casa. Consigo viajar aos finais de semana e tenho tempo para conviver com minhas filhas, de 10 e 14 anos, acompanhando de perto a educação das meninas. Como franqueado da PINTA MUNDI TINTAS, não é apenas nos finais de semana que tenho mais tempo. Depois da loja fechada, não tenho a preocupação de fazer compras, receber pedidos, nada que outra operação demande. É, realmente, um investimento que permite ter boa qualidade de vida”. Para saber mais sobre a franquia Pinta Mundi Tintas, clique aqui.   Thales Meira, 26 anos, franqueado Dr. Shape – Poços de Caldas (MG)  “Eu decidi investir em uma franquia no momento em que percebi que ser feliz profissionalmente valia mais do que um cargo conquistado por meio de um concurso público. Ainda cursando a faculdade de Direito, prestei concurso para o Tribunal de Justiça de minha cidade, Poços de Caldas (MG) e fui aprovado. Mas, a paixão pelo Fisiculturismo, esporte que pratico há cerca de dez anos e me leva a atualmente competir, inclusive, me fez conhecer muito sobre suplementos alimentares. Eu já tinha uma carreira traçada, porque ser funcionário público me traria estabilidade pelo resto da vida. Mas, a vontade de trabalhar no segmento de suplementos me fez mudar tudo. Encontrei a franquia e decidi mudar de vida. Meu pai, Márcio Meira, ficou apreensivo, mas me apoiou. Ele é funcionário público, mas entrou comigo na sociedade. Eu recebi uma herança de minha mãe, que infelizmente faleceu há quatro anos, e investi na franquia, em 2018. Exonerei-me do cargo público e me tornei franqueado. Aos 26 anos de idade, sinto-me motivado a ter mais lojas, assim que situação permitir, e levar meu sonho adiante.” Para saber mais sobre a franquia Dr. Shape, clique aqui.   Rejane Bezerra, franqueada YES! – Asa Norte, Brasília (DF) “O melhor momento para investir em uma franquia é aquele em que você se sente lúcido e ciente do seu potencial como empreendedor. Investi na YES!, mesmo com uma carreira já consolidada como advogada. Percebi que eu poderia exercer meu potencial trabalhando em um negócio que me proporcionasse lucratividade, novas oportunidades e também qualidade de vida. As franquias ajudam nesse processo porque são estruturadas e prontas para o investidor começar a trabalhar. E foi exatamente isso que aconteceu. Me encontrei diante de um grande desafio que é ser empresária, em uma fase nova da minha vida. Estava cheia de energia e ideias, começando um novo ciclo e pensei: por quê não usar das minhas experiências para alavancar um negócio? Percebi que o meu propósito de vida estava alinhado com o propósito da franquia que escolhi e não tive dúvidas de que estava fazendo uma boa escolha. Mudei o curso da minha vida aos 40 anos de idade e hoje, seis anos depois, vejo que em pouco tempo melhorei não só a minha vida, mas de muitas outras pessoas”. Para saber mais sobre a franquia Yes!, clique aqui.   Dennis Amarante, franqueado Megamatte “Optar por investir em uma franquia sempre esteve nos meus planos, porém enquanto ainda estava na faculdade fui convidado por um amigo para abrir um restaurante de marca própria. Pouco tempo depois me aproximei da Megamatte, primeiramente como cliente, logo depois como fã da marca, e em seguida como franqueado. Gostamos tanto do negócio que em pouco tempo abrimos mais uma unidade. Hoje mesmo nesta crise, onde muitos dizem não ser um bom momento, investimos em mais duas lojas, que já vêm nos trazendo bons resultados”. Para saber mais sobre a franquia Megamatte, clique aqui.   Roberta Monteiro, franqueada Kumon desde fevereiro/2011 “O melhor momento é quando você decide fazer algo por você e pelas pessoas que ama, algo que se identifique com o que você acredita, confia e quer deixar de legado. No meu caso foi após a maternidade e tinha que ser sobre educação”. Para saber mais sobre a franquia Kumon, clique aqui.   Jackson Neves, franqueado do Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos) “Durante 8 anos trabalhei em várias escolas de cursos profissionalizante, como instrutor, vendedor e coordenador, em 2008 logo após a crise veio a oportunidade de concretizar um planejamento e investir em uma unidade CEBRAC, no momento muitas pessoas me chamaram de louco pelo fato de estarmos passado por uma grande crise porém observei a necessidade que o mercado teria de obter mão de obra mais qualificada e a grande falta deste profissional me fez investir em uma escola de cursos e como fui funcionário durante 2 anos de uma unidade CEBRAC optei pela abertura da mesma. O melhor momento para investir em uma franquia são em contextos desafiadores como crises econômicas ou epidêmicas como a que estamos vivendo”. Para saber mais sobre a franquia Cebrac, clique aqui.   Casal Sérgio Costa e Arlene Costa, franqueado da Home Angels O momento de vida que eles decidiram investir, foi depois da esposa ter ficado anos fora do mercado de trabalho para cuidar dos filhos e na hora de voltar optaram por empreender juntos. Sérgio Costa trabalhou nos últimos 21 anos em uma montadora de automóveis e construiu uma carreira de sucesso, indo de estagiário a gerente. Conheceu a esposa quando os dois eram estagiários, ela seguiu carreira em um dos maiores bancos do país e há 6 anos, quando nasceu o primeiro filho do casal, ela decidiu dar uma pausa no trabalho para cuidar do bebê. O plano inicial era que esse tempo fosse de uns dois anos, mas quando chegou esse momento ela engravidou novamente, postergando a retomada. Quando o filho mais novo completou dois anos e o mais velho quatro começaram a planejar o retorno dela ao mercado de trabalho e aí surgiu uma dúvida, que deve acometer muitas pessoas, voltar a trabalhar em uma grande empresa como funcionária ou empreender? Diante dessa questão, desde 2018 estão analisando opções de franquias, e a Home Angels sempre foi uma das primeiras alternativas, pois todos os finais de semana  vão para o litoral e passam na frente do outdoor da  marca na Imigrantes e pensavam que não poderia ser um simples acaso. Em 2020, Sérgio entrou em contato com a rede para entender melhor como era o negócio, a princípio  tinha algumas premissas, a principal era a de uma opção de franquia com baixo custo fixo inicial (aluguel, estoque etc) depois de muitas conversas, explicações, materiais de apoio, foram cada vez mais atraídos pela Home Angels. A  esposa de Sérgio teve uma vivência familiar com o avô que ficou acamado por 10 anos, utilizando nesse período o serviço de cuidadores, e o que era uma alternativa, passou a  parecer o caminho que  faria a família feliz, profissional e pessoalmente. Em outubro de 2020 ele se desliga do emprego e o que era apenas uma opção para a esposa passou a ser uma alternativa também para ele. Segundo o empreendedor, a franquia é uma excelente alternativa para quem tem oportunidade de investir na abertura de sua própria empresa, com a garantia de suporte de know how, de ferramentas de gestão e principalmente, de atalhos que aceleram a obtenção dos resultados financeiros esperados. “Nesse cenário a Home Angels é uma excelente opção, pois oferece a oportunidade de home office no primeiro ano, com baixos custos fixos e a um preço acessível. Estamos muito felizes por nos encontrarmos em uma fase da vida, onde temos a segurança financeira e a experiência pessoal necessária para iniciar uma empresa, cientes de que trabalharemos muito, mas com a confiança do respaldo que a franqueadora nos dá”, explica. Para mais informações da franquia Home Angels, clique aqui.   Robson Vieira, franqueado Maria Brasileira – Tatuí (SP) “O melhor momento é aquele em que você se sente preparado para encarar os desafios de empreender. Tenho 38 anos e trabalhava como gerente há mais de 15 anos numa das mais importantes indústrias de auto peças do país. Apesar da estabilidade profissional, inclusive durante a pandemia, eu não me sentia mais feliz e realizado profissionalmente e resolvi abrir meu próprio negócio, mas não sabia em qual segmento. Fazendo pesquisas de mercado, vi que o setor de limpeza é muito promissor, o negócio do futuro. A partir daí escolhi a Maria Brasileira por ter uma marca já consolidada no mercado e bem aceita nas cidades em que atua. Fiz acordo na antiga empresa, em setembro de 2020 adquiri a  Maria Brasileira em Tatuí, interior de São Paulo, e em dezembro inaugurei a unidade. O negócio está indo numa curva de crescimento muito boa, dentro da expectativa para a obtenção de resultados. Com certeza, minha maturidade em reconhecer os riscos de deixar o certo para se arriscar no novo, saber que existe um tempo de retorno, e nesse meio controlar a ansiedade, me dão o suporte, principalmente emocional, para seguir em frente”. Para mais informações sobre a franquia Maria Brasileira, clique aqui.   Marcelo Domingues Costa, 44 anos, franqueado Pormade Portas desde 2019 – Brasília – DF “Antes de ser franqueado, eu trabalhava como gerente nacional de vendas no segmento de construção civil e esquadrias. A minha transição de carreira foi impactante em vários aspectos. O primeiro deles foi a questão motivacional. Penso que uma coisa é você acordar todos os dias para trabalhar em uma companhia e outra é lutar pelo seu negócio. O dia ganha outra dimensão, a energia motivacional é toda canalizada para o seu próprio crescimento. O segundo aspecto foi o financeiro. Com o meu próprio negócio, o ritmo do crescimento financeiro é de minha total responsabilidade. Por fim, o terceiro aspecto é o de liberdade. Mas, não confundo liberdade de tempo com falta de trabalho. O volume de trabalho quando se tem seu negócio é bem maior do que quando se é empregado. Não existe a lenda de que vou trabalhar quando eu quiser. A realidade é ‘vou trabalhar quando e como o meu compromisso com o negócio me direcionar’. Então, penso que minha principal motivação para mudar de carreira e empreender foi o desafio de fazer dar certo com o meu próprio negócio. Hoje em dia, os executivos de empresas têm um comprometimento enorme dentro de suas corporações, mas, acredito que não exista nada que fortaleça mais o seu compromisso de trabalho do que trabalhar para si mesmo, de acordo com seus ideais e seus planos. É gratificante ver seu trabalho ser a mola impulsionadora da realização dos seus sonhos e de tantas outras pessoas a sua volta”. Para mais informações sobre a franquia Pormade, clique aqui.   José Augusto Campos, franqueado Fini no Shopping Grande Rio – Rio de Janeiro (RJ) “Acredito que sempre é hora de realizar um sonho. Não há uma receita perfeita nem uma data exata, o momento dessa escolha é muito pessoal e relativo. O importante de tudo é você ter a ambição de cuidar do seu próprio negócio, dedicação, disposição e um capital para investir nesse sonho. É desafiador, sim, e muito. Ter a própria franquia exige proximidade no negócio, mas acompanhar o crescimento e a performance, é gratificante. Ser empreendedor é ir além do cenário atual. É olhar a economia e as suas oportunidades. É ver a instabilidade, reagir, projetar e, quando tudo voltar a engrenar, você está à frente do mercado. E foi assim com a gente. Em meio à pandemia, investimos e adquirimos uma franquia da Fini. A economia é cíclica, e quando o mercado reaquecer, já teremos superado a curva de aprendizado do negócio. É estar à frente, mais uma vez. Por isso, quem faz o momento perfeito para investir em uma franquia somos nós e a maneira como enxergamos as oportunidades”. Para mais informações sobre a franquia Fini, clique aqui.   Bruno Soares, 34 anos, sócio-proprietário da Oakberry Braz Leme – São Paulo (SP) “Por ser um modelo testado e já em operação, optar por uma franquia me deu mais segurança para empreender e investir. Atuei por mais de dez anos no setor de Aviação e construí minha carreira corporativa em Comunicação e Marketing em uma grande Cia Aérea Americana com base em Atlanta/US, onde residi até 2020. O impacto do COVID-19 foi devastador para a Aviação, derrubou ações, gerou endividamento e custou muitos empregos. Foi neste momento que optei mudar. Além dos benefícios oferecidos no programa de demissão voluntária, ganhar qualidade de vida e poder fazer a gestão do meu tempo estavam se tornando inegociáveis. Não acredito que empreender seja trabalhar menos e/ou ganhar mais, mas acredito que quando se tem clareza sobre a maneira que queremos trabalhar e buscamos parceiros que já testaram seus negócios e eles são compatíveis a você, o trabalho se torna mais prazeroso e muito provavelmente, lucrativo”. Para mais informações sobre a franquia OakBerry, clique aqui.     Fernando Felizardo, 36 anos, franqueado MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental – Limeira (SP) “O momento em que decidi investir em uma franquia foi quando quis deixar de ser funcionário. Eu estava preparado para ser franqueada porque eu realmente conhecia muito do negócio, já trabalhava na MicroPro havia alguns anos e trilhei uma bela carreira dentro da rede, alcançando um cargo de diretoria. Como tenho muita aptidão comercial, sabia que poderia dar a uma unidade franqueada um faturamento expressivo. Conversei com o Fábio Affonso, franqueador, e ele me ofereceu sociedade justamente na escola em que eu já era diretor. Então, preparei-me para um grande desafio: o de ampliar o número de alunos da escola da qual eu seria sócio. E assim aconteceu. Hoje, a MicroPro Limeira tem 600 alunos e 16 colaboradores, crescendo dia a dia. A escola de Limeira coleciona mais de 30 prêmios e tem um ótimo relacionamento com a cidade, popularidade que chegou à Câmara Municipal da localidade: recebi uma Moção de Aplausos na casa do legislativo. O reconhecimento se deveu ao trabalho de cunho social desenvolvido dentro da escola de Limeira. É um feito para uma escola da rede. Acho que, no ramo de escolas profissionalizantes, é a primeira vez que alguém conquista uma Moção de Aplausos. Distribuímos bolsas de estudos para pessoas em situação de vulnerabilidade, em cursos como os de Inglês, Informática da Melhor Idade, Informática Kids e Gestor Administrativo. Alguns chegam a estudar gratuitamente em cursos que duram dois anos. Ser franqueado, para mim, é justamente saber que tenho um papel importante na sociedade em que atuo”. Para mais informações sobre a franquia MicroPro, clique aqui.   Rosana Vasco Tomé de Sousa, 55 anos, franqueada da rede Chocolateria Brasileira –  Moema – São Paulo/SP “Acredito que a melhor fase é quando você já possui uma certa experiência e maturidade no mercado de trabalho. Porque, apesar da franquia te auxiliar muito no modelo de negócio, mesmo não tendo experiência na área escolhida, o seu conhecimento de mercado, formação e experiência de vida serão um grande diferencial nessa nova fase. No meu caso, eu passei boa parte da minha vida profissional no mercado financeiro, mas em 2006 decidi ter meu próprio negócio e optei pelo franchising. A maturidade também me ajudou a entender que nesse modelo de negócio, no caso das franquias, você precisa estar em sintonia com o que a marca ou produto escolhido irá exigir de você”. Para mais informações sobre a franquia Chocolateria Brasileira, clique aqui.   Nathan Souza, franqueado da Minds Idiomas “Não acredito que há apenas um melhor momento na vida para se investir em um novo negócio. A vida é repleta de bons momentos para nos reinventarmos e potencializarmos nosso trabalho com a ajuda de uma excelente parceira, a franqueadora. É claro que é necessário pesquisar as franquias, saber quanto investir, além de analisar se o negócio é rentável e em quanto tempo você terá o retorno do que aplicou. Encontrei o que eu almejava na Minds, conhecendo uma proposta de ensino de língua inglesa inovadora com absolutamente nada parecido no mercado! Logo, com apenas 24 anos me tornei um jovem empreendedor pois acredito no potencial da Minds e dos benefícios que minha escola traz à sociedade. Aos 27, já tenho uma segunda unidade e pretendo ir mais longe, pois, como disse, a vida é repleto de bons momentos. Cabe a nós aproveitá-los!” Para mais informações sobre a franquia Minds English School, clique aqui.   João Marcelo Spatara, 45 anos, franqueado da Hostnet – Unidade Buritis – Belo Horizonte – MG “Investi na franquia da Hostnet. O melhor momento para mim veio com o agravamento da crise do varejo nacional, em 2019. Sempre trabalhei com infraestrutura de T.I. para o varejo e a crise escancarou a necessidade de mudança de rumo no trabalho. Foi então que resolvi investir em um negócio relacionado com o futuro do comércio; tanto na Internet quanto em lojas físicas – comércio eletrônico, marketing digital, geração de tráfego e afins, na minha percepção, são o caminho!” Para mais informações sobre a franquia HostNet, clique aqui.   Tauan e Bárbara Schneider, franqueados Café Cultura – Curitiba (PR) Tauan e Bárbara Schneider, de 32 e 28 anos, eram há seis anos o típico jovem casal bem-sucedido. Ambos tinham bons cargos em grandes multinacionais (nas áreas de linha branca e alimentação) e haviam conquistado um bom padrão de vida. Mas faltava alguma coisa: trabalhar com algo que tivesse mais a ver com a essência do casal. “O mundo corporativo é muito disputado, a concorrência é feroz. “A nossa rotina era só fazer negócios, resolver problemas, havia poucos momentos de satisfação e felicidade para nós e também para os nossos clientes. Tornou-se algo mecânico, que não trazia mais realização”, conta Tauan. Decidiram, então, largar a vida estável e o emprego de sucesso para buscar algo que fizesse mais sentido para a vida deles “A gente olhava para o futuro e não nos imaginávamos fazendo o mesmo. Queríamos algo que tivesse mais a ver conosco”, lembra Tauan. Com uma boa reserva financeira acumulada ao longo dos anos, decidiram então abrir o próprio negócio. A escolha do ramo aconteceu meio que por acaso. O casal tinha a gastronomia como um hobby e chegou a ter um blog da área. Tauan e Bárbara então deixaram os empregos em Curitiba e foram morar em Campo Grande por dois anos, para aprender mais sobre franquias, já que a família dele era franqueada de quatro marcas. “Decidimos apostar neste segmento porque não tínhamos conhecimentos nem experiência com gestão de negócios e pessoas. Foi a melhor decisão. A franquia é o modelo ideal para pessoas na mesma situação que a nossa”, explica o empresário. A área já estava escolhida: gastronomia. Faltava eleger a marca. Foram meses de muita pesquisa, até que um dia, na internet, Bárbara chegou até o Café Cultura, rede de cafeterias de Florianópolis, hoje com 18 lojas na região sul (SC, PR e RS) e que está ingressando no Rio de Janeiro e em breve em Minas Gerais. “Telefonamos para um casal de amigos de Florianópolis para ver se eles conheciam o Café Cultura e fomos surpreendidos. Elas não só conheciam, como eram clientes fiéis e disseram que a cafeteria era incrível, ponto de encontro da cidade e fazia muito sucesso. Sem querer, nos venderam o negócio”, brinca. Tauan conta que já na primeira reunião com a franquia sentiram que estavam no local certo. “Eles falaram uma frase que resumia tudo o que a gente estava procurando. Disseram: não vendemos café, vendemos sorrisos. Isto falou muito alto para nós”, lembra. Como a meta agora era a qualidade de vida e a felicidade do casal, retornaram para a cidade onde queriam voltar a viver (Curitiba). A primeira loja do Café Cultura em Curitiba foi aberta em novembro de 2020 (com seis meses de atraso devido à pandemia). “Hoje conseguimos realizar o nosso sonho. É claro que é muito trabalho, mas quando olhamos para o salão e vemos as pessoas consumindo nossos produtos, felizes, é incrível. Não estamos ali só vendendo. Hoje o nosso trabalho traz satisfação para as pessoas. Esta energia é tudo. É um trabalho muito gratificante poder fazer o bem para as pessoas”. Para mais informações sobre a franquia Café Cultura, clique aqui.   Erenildo Jair de Oliveira, franqueado Consulting Now – Natal (RN) “Após os 50 anos de idade e 32 anos de carreira bancária, no Banco do Nordeste do Brasil, se encontrou na Consultoria Empresarial. Utilizando seu conhecimento, em 2018 adquiriu uma franquia da Consulting Now. Seu planejamento, ao sair do banco, era se encontrar em uma segunda carreira que ele gostasse e tivesse conexão com sua formação e experiência profissional. Ele, que é psicólogo clínico de formação, também é administrador e tem expertise no departamento contábil”.
continuar lendo
Saiba quais são e como investir nos segmentos que cresceram mesmo na crise

29Mar

Você sabe o que os segmentos “Casa e Construção” e “Saúde, Beleza e Bem Estar” têm em comum? Apesar de serem bem distintos, eles apresentaram os melhores resultados do franchising em 2020! Aqui vai uma dica de ouro para você que quer comprar uma franquia: antes de investir, procure saber sobre o segmento e as ações da franqueadora em 2020. 2020 foi um ano difícil e atípico para muitos empreendedores, mas no franchising o apoio da franqueadora ajudou a inovar e buscar formas de solucionar os problemas do momento. Por isso, vale ir atrás de tudo o que a franqueadora fez durante o período, principalmente ouvindo a opinião de outros franqueados quanto ao assunto. Mesmo em um ano complicado, muitas franquias tiveram bons resultados, graças ao apoio da franqueadora.   Franquia de Casa e Construção: um segmento em ascenção  Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de Casa e Construção foi o que mais cresceu em 2020. O faturamento do ramo foi de R$ 12,429 bilhões, o que representa um crescimento de 12,8% em relação a 2020. Além disso, o número de unidades cresceu 3,7%. Diversos fatores explicam o sucesso do segmento em 2020, que também foi destaque em 2019. O isolamento social e o tempo maior em casa fez com que brasileiros buscassem formas de tornar os ambientes internos mais confortáveis. Isso se refletiu na reforma por espaços existentes ou na busca por imóveis maiores. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o setor imobiliário cresceu 26% em 2020. A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) espera um crescimento de 35% para este ano. “O setor de construção civil, de modo geral, sentiu um aquecimento neste ano. O brasileiro adquiriu novos hábitos e perceberam que melhorar o ambiente onde moram aumenta a qualidade de vida”, explica Nassim Katri, franqueador da Pinta Mundi Tintas. Altino Cristofoletti Junior, presidente e fundador da Casa do Construtor, explica que 2020 foi um ano que trouxe retornos positivos. Isso foi possível graças ao empenho da rede em se adaptar ao momento, além das tendências que impulsionaram o crescimento do setor. “De fato, vivemos um período muito desafiador, mas também com muita aprendizagem. Logo quando começou a pandemia, criamos um plano de ação para a crise que deu mais folego aos empreendedores e favoreceu uma adaptação mais rápida. Além disso, aceleramos nosso processo de digitalização, implantando ou aprimorando canais virtuais para franqueados e para o consumidor.”, afirma   Franquia de Saúde, Beleza e Bem-Estar  Os dados da ABF apontam um crescimento de 3,1% no faturamento das franquias de Saúde, Beleza e Bem-Estar. Em 2020, o faturamento do segmento foi de R$ 35,276 bilhões e o número de unidades subiu 0,4%. O bom resultado pode ser explicado pelo aumento nos cuidados pessoais durante a pandemia, além da busca por procedimentos estéticos mais complexos. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) registrou crescimento de 5,8% em 2020. Marurício Cesar, CEO e fundador da rede de esmalteria Unhas Cariocas, destaca que o segmento traz bons resultados mesmo em momentos difíceis. “Um dos maiores desafios de qualquer negócio é gerar demanda, e no caso da beleza, quando entregamos uma solução bem melhor do que o que existe no mercado, não só atingimos esse nicho, como conseguimos fidelizá-lo”, explica o executivo. Em 2020, a Royal Face conseguiu superar a meta de faturamento anual, que chegou a R$ 60 milhões. O valor representa um crescimento de 270% em relação ao ano anterior. “Mesmo em um ano com tantos obstáculos, nós nos unimos, superamos, investimos em infraestrutura, tecnologia e educação continuada, fizemos um trabalho direto com os franqueados e mantivemos o nosso plano de expansão. O período de enfrentamento da pandemia vivido em 2020 foi uma oportunidade aos nossos interessados para realizar um investimento em um negócio de sucesso como a Royal Face”, comenta a sócia-fundadora da rede, Andrezza Fusaro. Outra franquia do ramo de Saúde, Beleza e Bem-Estar que também teve bons resultados em 2020 foi a Oral Sin. A franquia registrou um crescimento de 26% no ano. “O mercado de saúde e estética é um dos que mais cresce no Brasil. Juntando-se a isso temos o fato de que a odontologia brasileira é uma das melhores do mundo. Desta forma, buscamos atuar com excelência e isso tem se refletido em nossos números positivos e na satisfação tanto dos franqueados quanto dos clientes”, afirma Felipe Sapata, CEO da Oral Sin.
continuar lendo
PINTA MUNDI TINTAS CHEGA ÀS MINAS GERAIS EM GRANDE ESTILO

23Fev

Liderada pela arquiteta Mariana Mascarenhas, a nova loja terá atendimento técnico e personalizado a profissionais do setor – como pintores, decoradores, designers, arquitetos e engenheiros – e, também, ao cliente final, que agora terá uma loja completa para deixar sua casa ou ambiente de trabalho muito mais harmonioso   São Paulo, 23 de fevereiro de 2021 – Finalmente, chegou o grande dia: a PINTA MUNDI TINTAS inaugurou sua primeira loja nas Minas Gerais – e em grande estilo! A arquiteta Mariana Mascarenhas, de 45 anos, é a nova franqueada da marca e abriu sua loja no bairro Buritis, em Belo Horizonte. "É uma honra levarmos aos mineiros um pouco do nosso trabalho, que começou em São Paulo, há 30 anos, e já está em seis estados brasileiros", diz Nassim Katri, fundador da marca e franqueador. A PINTA MUNDI TINTAS é uma rede varejista multimarcas de tintas e acessórios para pintura, com mais de 50 lojas. Possui parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. Na loja de Buritis, os clientes contarão com tudo o que precisam para colorir imóveis residenciais e comerciais, de todos os portes. "Além disso, como tenho conhecimento técnico, adquirido em mais de 15 anos trabalhando como arquiteta, conseguirei atender os profissionais do ramo – como pintores, decoradores, designers, arquitetos e engenheiros – e, também, o cliente final, de forma especializada", anima-se a franqueada. A missão da PINTA MUNDI TINTAS é ser sempre uma parceira dos profissionais da construção, bem como do consumidor final. Assim, todas as lojas estão preparadas para comercializar apenas o que é necessário para cada cliente, sem desperdício. "A venda técnica garante que o cliente obtenha a melhor relação entre custo e benefício e, assim, ele volta a comprar conosco. É essa fidelização que fortalece nossa marca", explica Katri. A franquia PINTA MUNDI TINTAS O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter boa lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. "As tintas têm prazo de validade de até três anos. Não são como o setor de moda, por exemplo, que troca de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio", diz Katri. Esse também foi um dos atrativos da marca para a franqueada Mariana. "Eu idealizava um negócio que me permitisse ter boa lucratividade, trabalhando em horário comercial, com a possibilidade de ter mais tempo para a família, e encontrei na PINTA MUNDI TINTAS essa vantagem", comenta a franqueada. Mariana pretende, com o tempo, poder contribuir com os novos membros da franquia e quem sabe no futuro abrir mais uma loja.  "Acredito que ser integrante de uma franquia é participar de uma equipe em que as partes trocam experiências para que todos possam crescer. Nesse momento, tenho muito o que aprender sobre o varejo e o comércio de tintas e complementos", declarou. A franqueadora PINTA MUNDI TINTAS oferece todo o suporte ao franqueado. São treinamentos constantes, não apenas na inauguração, mas durante toda a vigência do contrato, para que ele se aprimore no segmento. "Estou bastante satisfeita com o apoio inicial", informa a franqueada.   PINTA MUNDI TINTAS – Unidade Buritis (Belo Horizonte - MG) Endereço da unidade franqueada: Avenida Aggeo Pio Sobrinho, 417, loja 4 – Belo Horizonte (MG). Telefone: (31) 3244-2180 – Celular / WhatsApp: (31) 99795-8951 Dias e horários de funcionamento da unidade franqueada: De 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.  
continuar lendo
Metade das franquias brasileiras são lideradas por mulheres – e elas faturam mais que aquelas em que os homens investiram

23Fev

Dr. Shape Suplementos, IP School, MicroPro e Pinta Mundi Tintas são franquias que têm franqueadas com excelente desempenho São Paulo, 22 de fevereiro de 2021 – Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) indicou que quase metade das unidades franqueadas brasileiras são comandas por mulheres. Além disso, quando elas são as gestoras de franquias, o faturamento é maior do que quando são os homens que investiram no negócio. “Apesar dessa última pesquisa ter sido realizada em 2019, ela não é nova e é atual, porque já foi realizada outras vezes e só vem reforçar o que o sistema de franchising já sabe: as mulheres à frente de franquias conseguem um desempenho melhor, com alta lucratividade”, diz Melitha Novoa Prado, advogada especializada em Franchising e Varejo, que há 30 anos acompanha o setor e já analisou essa e outras pesquisas realizadas pela ABF e outras entidades ligadas ao Franchising, que abordaram o tema. Não é à toa que as redes de franquia estão de braços abertos às mulheres. “Em nossa rede, elas têm espaço mais do que garantido, seja como gestoras únicas ou sócias. Dedicadas, preparadas e criativas, elas obtêm alta performance”, diz Roberto Kalaes, diretor de Expansão da Dr. Shape, maior rede de suplementos e artigos esportivos da América Latina. Concorda com ele Fábio Affonso, franqueador da MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental, que tem 35 escolas no estado de São Paulo. “Em Educação, a mulher tem diversas competências que se complementam, como a facilidade de comunicação, a empatia e a habilidade de organização, fundamentais para que as escolas se desenvolvam plenamente”, elogia. Conheça quatro histórias de empreendedoras com excelente desempenho em redes diferentes e promissoras: Soraya Moya de Andrade – IP School – Inglês Particular: A funcionária virou franqueada e, ainda, casou-se com o sócio! Há cinco anos, Soraya, 42 anos, formada em Administração de Empresas, foi convidada para ajudar na administração da então pequena IP School – Inglês Particular. Era apenas uma escolas na época, e em meio período ela dava conta do recado: fazia o trabalho e ainda conciliava outra atividade profissional. A marca foi crescendo e, em alguns meses, ela passou a dedicar-se integralmente à rede. “Eu gerenciava as escolas e dava um suporte à franqueadora, então, fui aprendendo muito sobre gestão”, lembra. Pouco tempo depois, ela conheceu Marcelo Soares Gregório, que se tornaria o primeiro franqueado da rede, na unidade Tatuapé. “O Marcelo procurava uma sócia para a escola e os franqueadores, Rauel Araruna e Márcio Cafezeiro, me perguntaram se eu não gostaria de investir na marca. Como me dava bem com o Marcelo, achei uma boa proposta e me tornei franqueada”, lembra. A afinidade tornou-se amor e os sócios viraram um casal. “Pois é, nós nos casamos em 2018”, ela conta, rindo. Atualmente, além de ser franqueada e tocar uma das maiores e mais bem-sucedidas escolas da rede – que hoje já tem dez unidades – , Soraya continua prestando os serviços na franqueadora. O momento atual da franqueada é de aprendizado. “A pandemia nos trouxe reflexões e ações: estamos vivenciando de perto a experiência do ensino online e vimos que ele é possível de ser realizado com qualidade. A adaptação de alunos e professores fez-se necessária e, passado esse período, é hora de crescermos em matrículas novamente, afinal, temos de continuar, apesar do momento difícil para todos”, pondera. O futuro da franqueada pode incluir uma nova escola. “Temos esse plano para o próximo ano”, finaliza. Luciana de Carvalho – Pinta Mundi Tintas: Atuando em um mercado considerado masculino. A engenheira química Luciana, de 50 anos, pós-graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que trilhou carreira executiva em indústrias como a Basf, sempre quis empreender e viu na Pinta Mundi Tintas justamente a possibilidade de ter um negócio próprio, numa área que gosta de atuar, aliada à tranquilidade de conciliar outras áreas de sua vida que também merecem total atenção, como a família e a vida social. “Pesquisei várias outras redes de franquias, diferentes setores. No entanto, meu histórico nessa área de tintas e construção foi mais forte, bem como a abordagem diferenciada apresentada pela Pinta Mundi Tintas”, diz. A franqueada escolheu o bairro de Moema, um dos mais nobres da capital paulista, para instalar sua loja. Ela foi inaugurada em outubro de 2020, com um dos mais belos projetos da rede. “Luciana caprichou na escolha do ponto, que foi aprovado pela franqueadora, e deu seu toque especial na decoração da loja, sem fugir do padrão da rede. Tudo ficou de muito bom gosto e sabemos que os clientes terão à disposição muito conforto, atendimento técnico e diferenciado nesta loja”, avalia Shirleine Diniz, executiva responsável pela Expansão da rede. A nova franqueada está tão animada com o trabalho e os possíveis resultados que já pensa em, um futuro próximo, abrir mais uma unidade. “Quem sabe, meu irmão torna-se sócio na nova empreitada?”, questiona-se. Focada nos resultados, a engenheira espera dar-se bem no varejo, sempre pensando no bem-estar do seu cliente e no suporte prestado pela franqueadora. “Tenho muito a aprender com a Pinta Mundi Tintas sobre varejo, porque sempre trabalhei na indústria. Estou confiante”, diz ela. E, quando questionada sobre a atuação em um mercado considerado masculino, o de tintas, ela se diverte: “Sempre atuei nele e estou acostumada. Acho que me sinto até mais feminina!”. Cláudia Vieira – MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental: A funcionária virou franqueada!  Bem-humorada e com um discurso que empolga os colegas de trabalho e os alunos da rede MicroPro, na unidade da Penha, na capital paulista (SP), Cláudia Viera tem 42 anos e passou a fazer parte da família MicroPro em 2016, como diretora da escola da qual hoje é franqueada. Na época, a unidade apresentava números instáveis de crescimento, o que significou um grande desafio para ela. “A MicroPro é uma empresa que transforma a vida das pessoas. Ela faz a gente crescer, amadurecer, virar um empreendedor”. Ao surgir a oportunidade de se tornar franqueada, ela não pensou duas vezes: investiu, tornou-se franqueada e conquistou o sucesso! Atualmente, a escola de Cláudia tem cerca de 700 alunos e oferece mais de 20 cursos profissionalizantes. Ela reforça que a marca é sinônimo de acolhimento e que todo o trabalho desenvolvido na rede é feito com muita responsabilidade, pois o objetivo é sempre propiciar a melhor experiência aos alunos. “Ser mulher e estar à frente de um negócio como esse, para mim, é um orgulho. Nossa unidade é um lugar movimentado e feliz. Todo mundo trabalha para superar as expectativas dos nossos alunos, desde o café passado, até o plano de ensino pedagógico. Queremos todos satisfeitos! Já estou planejando abrir minha segunda unidade e minha expectativa é de crescer cada vez mais, juntamente com a rede”, finaliza. Ariane Brants – Dr. Shape: Jovem franqueada apostou numa marca que conhecia como cliente! Frequentadora de academia e adepta de um estilo de vida saudável, Ariane era cliente assídua da Dr. Shape, maior rede de suplementos e artigos esportivos da América Latina. A jovem, atualmente com 28 anos, formada em Direito, trabalhava na área trabalhista, mas sempre quis empreender. Juntamente com o esposo, Reinaldo Teles, decidiu investir numa Dr. Shape bem no centro de Osasco (SP). “Isso foi há três anos, tivemos tempo para a loja amadurecer antes da pandemia”, conta. Quando a crise chegou, foi a vez de colocar em prática o relacionamento com os clientes, conquistado durante os anos de trabalho dedicado. “Fizemos atendimentos personalizados e vendas online para manter o faturamento e saímos da crise. A loja passou 15 dias fechada, mas não tivemos grandes prejuízos por conta de nossa proximidade com os clientes”, fala. O próximo passo da empreendedora é pensar na segunda loja, para daqui a algum tempo. “Continuamos fãs da marca e dos produtos das linhas exclusivas. Temos muito apoio da franqueadora e queremos crescer com esta parceria”. Veículo: Entre Mulheres TV https://entremulherestv.com.br/metade-das-franquias-brasileiras-sao-lideradas-por-mulheres-e-elas-faturam-mais-que-aquelas-em-que-os-homens-investiram
continuar lendo
PINTA MUNDI TINTAS inaugura primeira loja em Sorocaba

21Jan

A franqueada, Ângela Severino, deixa a área administrativa, como funcionária, para empreender em seu negócio próprio. São Paulo, 21 de janeiro de 2021 – O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter boa lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade de até três anos. Não são como o setor de moda, por exemplo, que troca de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio”, diz Nassim Katri, franqueador da PINTA MUNDI TINTAS. A franqueada que comandará a loja de Sorocaba é Ângela Maria Severino, de 41 anos. Ela sempre atuou na área administrativa, no segmento de Segurança, e decidiu deixar de ser funcionária para ter seu negócio próprio ao visitar uma feira do Sebrae e conhecer a PINTA MUNDI TINTAS. “Trabalho desde os 15 anos e meu sonho sempre foi o de empreender. Como não tenho experiência no ramo de tintas, a franquia se adequa muito bem às minhas necessidades, porque ensina tudo o que preciso para gerir o negócio”, comenta. A loja ficou linda e completa: traz as melhores marcas do mercado, como Sherwin-Willians, Coral, Suvinil, Tigre e Condor, tudo para que pintores e clientes finais tenham tudo o que precisam para pintura e acabamento em um único lugar. A franqueada investiu R$ 250 mil na loja. E pretende, com o tempo, ter mais franquias na região. “A ideia é sempre crescer, com o apoio da franqueadora e o lucro da primeira operação”. A PINTA MUNDI TINTAS está expandindo sua rede para todo o Brasil, com condições especiais para cidades a partir de 40 mil habitantes.   Serviço PINTA MUNDI TINTAS – Unidade Sorocaba (SP) Rua Leondina Gonçalves Mobaier, 405 Bairro: Wanel Ville IV – Sorocaba (SP) Horário de funcionamento: De 2ª feira a 6ª feira, das 8h às 18h. Sábado, das 8h às 14h.   Telefone: (15) 99100-4686,   Sobre a Pinta Mundi Tintas A PINTA MUNDI TINTAS é uma rede varejista multimarcas de tintas e acessórios para pintura, com 40 lojas. Possui parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A PINTA MUNDI TINTAS apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A meta da rede é dobrar o número de unidades em 2021.  
continuar lendo
PINTA MUNDI TINTAS inaugura primeira loja na Bahia, na cidade de Camaçari

11Dez

Com projeto de expandir também para cidades vizinhas, o novo franqueado, Hilton Lima, alia sua experiência como empreendedor na área de transporte ao novo empreendimento para atender a população de Camaçari O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter alta lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade muito longo. Não são como a moda, que trocam de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio. Ele também pode planejar lazer nos finais de semana, porque não tem horários de shopping a cumprir”, diz Nassim Katri, franqueador da PINTA MUNDI TINTAS.   Hilton Lima: franqueado da Pinta Mundi Tintas em Camaçari O empresário Hilton Lima, de 48 anos, sempre trabalhou na área de transporte, tanto de passageiros quanto de cargas, e, pensando na baixa sazonalidade do setor, advinda da pandemia, decidiu diversificar os negócios. Em uma pesquisa no site da Associação Brasileira de Franchising (ABF), encontrou a PINTA MUNDI TINTAS e viu como vantagem o investimento atrativo do negócio, bem como a facilidade de operação. “Minha ideia é a de abrir mais duas lojas, em cidades vizinhas como Lauro de Freitas”, anima-se o franqueado. Aliando negócios para aprimorar a divulgação O franqueado aproveitou sua experiência no setor de transporte para trazer algumas inovações para a loja PINTA MUNDI TINTAS. “Criei um ônibus temático, totalmente adesivado, para fazer propaganda nas redondezas. É um outdoor ambulante. E, também, adesivei um caminhão para entregas, para que a marca se dissemine na cidade”, diz ele. A loja está operando a todo vapor, com produtos das marcas Real, Sherwin-Willians, Coral e Suvinil, além de acessórios para pintura de linhas renomadas, como Tigre e Condor, entre outras. Serviço PINTA MUNDI TINTAS – Unidade Camaçari Endereço: Avenida 28 de Setembro, 420, Alto da Cruz, Camaçari (BA) Telefones: (71) 99115-5050 Horário de funcionamento: De 2ª a 6ª feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 13h. Sobre a Pinta Mundi Tintas Fundada há quase 30 anos por Nassim Katri, a PINTA MUNDI TINTAS é uma rede varejista multimarcas de tintas e acessórios para pintura, com 30 lojas. Possui parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A PINTA MUNDI TINTAS apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas.
continuar lendo
Com alto lucro e fácil operação, franquia oferece tempo para você mesmo!

03Nov

Se você quer trabalhar em horário comercial, podendo até mesmo planejar seu final de semana, e não deseja ser escravo dos horários, das regras e dos altos alugueis dos shoppings, precisa conhecer a PINTA MUNDI TINTAS  O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter alta lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 14h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade muito longo. Não são como a moda, que trocam de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio. Ele também pode planejar lazer nos finais de semana, porque não tem horários de shopping a cumprir”, diz Nassim Katri, franqueador da PINTA MUNDI TINTAS. A engenheira química Luciana de Carvalho, de 50 anos, pós-graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que trilhou carreira executiva em indústrias como a Basf, sempre quis empreender e viu na PINTA MUNDI TINTAS justamente a possibilidade de ter um negócio próprio, numa área que gosta de atuar, aliada à tranquilidade de conciliar outras áreas de sua vida que também merecem total atenção, como a família e a vida social. “Pesquisei várias outras redes de franquias, diferentes setores. No entanto, meu histórico nessa área de tintas e construção foi mais forte, bem como a abordagem diferenciada apresentada pela PINTA MUNDI TINTAS”. A partir de um estudo de Geomarketing realizado pela franqueadora aliado a preferência da franqueada,  foi escolhido o bairro de Moema, um dos mais nobres da capital paulista, para instalar sua loja. Ela foi inaugurada em outubro, com um dos mais belos projetos da rede. “Luciana apesar de não ter experiência prévia no varejo, tinha um desejo de empreender e um olhar voltado ao mercado de tintas. Implementamos um modelo de loja versátil, que atende com conforto consumidores em geral, pintores e arquitetos. Nossa franqueada deu seu toque especial na decoração da loja, sem fugir do padrão da rede. Tudo ficou de muito bom gosto e sabemos que os clientes terão à disposição um mix de produtos completo, atendimento técnico e diferenciado nesta loja”, avalia Shirleine Diniz, executiva responsável pela Expansão da rede PINTA MUNDI TINTAS. A nova franqueada está tão animada com o trabalho e os possíveis resultados que já pensa em, um futuro próximo, investir na segunda unidade PINTA MUNDI TINTAS. “Quem sabe, meu irmão torna-se sócio na nova empreitada?”, questiona-se. Focada nos resultados, a engenheira espera dar-se bem no varejo, sempre pensando no bem-estar do seu cliente e no suporte prestado pela franqueadora. “Tenho muito a aprender com a PINTA MUNDI TINTAS sobre varejo, porque sempre trabalhei na indústria. Estou confiante”, diz ela.   A franquia PINTA MUNDI TINTAS  A PINTA MUNDI TINTAS é uma varejista de tintas e acessórios para pintura, com 30 anos de história e parceria com indústrias de tintas como Suvinil, Coral e Sherwin-Williams, além de acessórios como Condor e Tigre. A rede é composta por mais de 30 lojas e está em plena expansão. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com mais um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A PINTA MUNDI TINTAS tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz a executiva. Ela também aponta o baixo investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na PINTA MUNDI TINTAS, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a PINTA MUNDI TINTAS está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza. CLIQUE AQUI  E LEIA A MATÉRIA NA FONTE
continuar lendo
JOVENS FRANQUEADOS, DE QUATRO MARCAS DIFERENTES, MOSTRAM QUE, PARA TER SUCESSO EMPREENDENDO, É PRECISO TER FOCO, MATURIDADE E MUITA DEDICAÇÃO

06Out

Não existe uma estatística da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a entidade que representa as franqueadoras brasileira, do número de franqueados que investiram antes dos 30 anos. Porém, o que se vê, nas redes, é que, cada vez mais, há investidores jovens e muito capacitados à frente de unidades franqueadas de sucesso. “Engana-se quem acredita que todos os jovens amadurem mais tarde, atualmente. Presencio cases de franqueados de 25 a 30 anos com histórias dignas de fazer inveja a empresários com 30 anos de carreira – em vez de idade”, diz Thaís Kurita, advogada especializada em franchising e varejo, que acompanha as principais franqueadoras do Brasil há mais de 20 anos. Thaís aponta algumas vantagens de as redes aceitarem perfis jovens dentre seus franqueados: “Assim como os franqueados com perfis sêniores trazem a experiência de terem trabalhado em outros locais e podem agregar conhecimento às redes, os jovens oferecem a facilidade de adaptação, por não terem vícios do mercado de trabalho. Eles também são flexíveis, porque vêm de uma geração que aceita melhor a diversidade e a modernidade, e já são digitais, por natureza. Então, ter esse contraponto na composição da rede franqueada é muito importante para enriquecer os negócios”, enfatiza a especialista. Pinta Mundi Tintas – Luana e Gustavo Rocha, dois jovens empreendedores, de 27 e 28 anos, respectivamente, decidiram abrir uma franquia da marca Pinta Mundi Tintas em Sumaré (SP). “Recebemos todo o suporte da franqueadora e estamos muito entusiasmados! Estamos recebendo os treinamentos técnicos e operacionais e queremos atender o público de nossa cidade de forma personalizada”, explica Gustavo. Oriundos do segmento de eventos, Luana e Gustavo viram-se em situação profissional difícil na pandemia, quando o mercado em que atuavam sofreu forte impacto. “Ambos trabalhávamos na empresa de minha família e os eventos simplesmente foram cancelados. Foi então que decidimos conhecer algumas franquias, em segmentos diferentes. Chegamos a ter reuniões com marcas de roupas e cosméticos, mas não nos identificamos. Ao conhecer a marca, sentimos que o negócio tinha muito a nos oferecer”, comenta Luana. Os novos franqueados dizem estar bastante ansiosos pelo evento de inauguração, que ocorrerá ainda em setembro, paralelamente com uma ação solidária, idealizada pelo casal. “Queremos arrecadar alimentos não perecíveis, roupas para adultos e crianças e brinquedos para doarmos para instituições beneficentes de nossa cidade. E, também, desejamos movimentar a cidade, participando de eventos beneficentes e promovendo a marca junto ao público. Temos muita energia e boas ideias e, certamente, uma loja de tintas colorirá ainda mais nossos planos, que é, quem sabe, ter a segunda loja nos próximos anos”, finaliza Luana.   CLIQUE AQUI e leia a matéria na íntegra e na fonte. Matéria O Mundo das Franquias
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas participa da Franchise 4U no Rio.

09Out

No dia 15 de outubro, das 9h às 20h, a Pinta Mundi Tintas participará da Franchise 4U, feira presencial de franquias que será realizada para investidores do Estado do Rio de Janeiro no Hotel Prodigy Santos Dumond. Para participar, o candidato precisa agendar um horário com as marcas de seu interesse, de modo a se respeitar as regras de distanciamento social necessárias para este momento de pandemia. “Essa é uma boa hora para se investir em uma marca que se manteve atuante durante toda a pandemia, obteve excelentes resultados em vendas e não apresentou queda de faturamento, ao contrário: nossas lojas superaram as metas em mais de 120% durante os meses da pandemia”, afirma Nassim Katri, franqueador da Pinta Mundi Tintas. A empresa é uma varejista de tintas e acessórios para pintura com 30 anos de história e parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A rede é composta por 30 lojas e está em plena expansão. Uma loja compacta da marca exige investimento a partir de R$ 159 mil. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. “Sempre dizemos que nosso negócio não admite escravos”, brinca Katri. “Ele é feito para empreender e gerar excelente lucratividade, com todos os franqueados performando acima das metas estipuladas – temos esse resultado apresentado de janeiro a junho de 2020 – e boa parte deles já com o retorno do investimento inicial apurado, algo raro de se alcançar no franchising no primeiro ano”, afirma o franqueador. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. É um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade muito longo. Não são como a moda, que trocam de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio. Ele também pode planejar lazer nos finais de semana, porque não tem horários de shopping a cumprir”, diz Katri. Há algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. Ela também aponta o baixo investimento em uma Pinta Mundi Tintas como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na Pinta Mundi Tintas, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a empresa oferece a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza. Perfil: Marca: Pinta Mundi Tintas Tipo de negócio: Multimarcas varejista de tintas e acessórios Ano da fundação: 1990 Início da franquia no Brasil: 2017 Total de unidades no Brasil: mais de 30 lojas Investimento inicial: a partir de R$ 159 mil (incluindo a taxa de franquia e estoque inicial) Taxa de franquia: R$ 50 mil Capital de giro: De R$ 30 mil a R$ 40 mil Royalties: 5% das compras Taxa de publicidade: 2% das compras Área mínima: De 80 m2 a 150 m2 Nº de funcionários: De 1 a 2 Faturamento bruto: média de R$ 1 milhão por ano Lucro líquido: 15% Prazo de retorno: de 18 a 24 meses Prazo de contrato: 5 anos Apoio ao franqueado: Orientação na escolha do ponto comercial; treinamento operacional ao franqueado e equipe; manuais de gestão; consultoria técnica administrativa, financeira e operacional, software de gestão, fornecedores homologados. E-mail: franquias@pintamundi.com.br Site: www.franquia.pintamunditintas.com.br Como participar: O candidato acessa o site do evento antecipadamente (https://www.franchise4u.com.br/franchise/details/), escolhe as franquias que deseja conhecer e agenda horários para conversar com elas. No dia do evento, recebe links para participar das reuniões virtuais. O evento é 100% gratuito. Franchise 4U: Hotel Prodigy Santos Dumond, Av. Alm. Silvio de Noronha, 365, Centro do Rio.   Clique aqui e leia a matéria na fonte
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas abre oportunidade para Londrina e Maringá

05Out

De fácil operação, funcionamento em horário comercial e alta lucratividade, com os franqueados performando acima da meta, a Pinta Mundi Tintas já soma mais de 30 unidades franqueadas, todas elas com alta lucratividade. Gratuito, o evento tem acesso liberado a todos os paranaenses O segmento de varejo de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter alta lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 13h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade muito longo. Não são como a moda, que trocam de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio. Ele também pode planejar lazer nos finais de semana, porque não tem horários de shopping a cumprir”, diz Nassim Katri, franqueador da PINTA MUNDI TINTAS. Entre os dias 8 e 10 de outubro, a PINTA MUNDI TINTAS participará da ABF Expo Digital (https://www.abfexpodigital.com.br/), feira de franquias virtual com o selo da Associação Brasileira de Franchising (ABF), que será realizada para investidores do estado do Paraná, mais precisamente das cidades de Londrina e Maringá. A PINTA MUNDI TINTAS já possui uma loja em fase de implantação na cidade de Guaratuba, no Paraná, e sua ideia é expandir-se por todo o estado. Essa é uma nova modalidade de realizar negócios, diante do isolamento social necessário diante da pandemia, e se traduz em uma forma bastante eficiente de o investidor conhecer marcas de seu interesse, com total foco no negócio: por meio do agendamento de reuniões virtuais, o candidato marca horários apenas com as marcas que lhe interessam, investindo tempo em conhecê-las melhor (veja detalhes sobre como participar no quadro no final deste texto). A PINTA MUNDI TINTAS tem um interesse bastante especial em Londrina e Maringá, além de cidades do entorno com população acima de 40 mil habitantes. “Essa é uma boa hora para se investir em uma marca que se manteve atuante durante toda a pandemia, obteve excelentes resultados em vendas e não apresentou queda de faturamento, ao contrário: nossas lojas superaram as metas em mais de 120% durante os meses da pandemia”, afirma Nassim Katri, franqueador. A PINTA MUNDI TINTAS é uma varejista de tintas e acessórios para pintura com 30 anos de história e parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A rede é composta por 30 lojas e está em plena expansão. Uma loja compacta da marca exige investimento a partir de apenas R$ 159 mil. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. “Sempre dizemos que nosso negócio não admite escravos”, brinca Katri. “Ele é feito para empreender e gerar excelente lucratividade, com todos os franqueados performando acima das metas estipuladas – temos esse resultado apresentado de janeiro a junho de 2020 – e boa parte deles já com o retorno do investimento inicial apurado, algo raro de se alcançar no franchising no primeiro ano”, orgulha-se o franqueador. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. A PINTA MUNDI TINTAS tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. Ela também aponta o baixo investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na PINTA MUNDI TINTAS, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a PINTA MUNDI TINTAS está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza. Clique Aqui e leia a matéria na fonte
continuar lendo
Casal inaugura primeira franquia da Pinta Mundi Tintas em Sumaré - Jornal Tribuna Liberal

22Set

Com muita garra para empreender, Luana e Gustavo Rocha viram no ramo chance de obter boa lucratividade O segmento de varejos de tintas é uma ótima oportunidade para quem quer obter alta lucratividade e sem se tornar escravo dos horários de shoppings e de suas regras e aluguéis assustadores. Trata-se de um negócio em plena expansão, que permite ao investidor trabalhar em horário comercial – de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e, aos sábados, até às 14h – e sem a preocupação com estoques que encalham ou que são altamente perecíveis. “As tintas têm prazo de validade muito longo. Não são como a moda, que trocam de coleção quatro vezes por ano. E não se estragam, como alimentos. Então, nosso franqueado dorme tranquilo, não sendo escravo do negócio. Ele também pode planejar lazer nos finais de semana, porque não tem horários de shopping a cumprir”, diz Nassim Katri, franqueador da Pinta Mundi Tintas. Avaliando todos esses pontos, Luana e Gustavo Rocha, dois jovens empreendedores de 26 e 28 anos, respectivamente, decidiram abrir uma franquia da marca em Sumaré. “Recebemos todo o suporte da franqueadora e estamos muito entusiasmados. Estamos recebendo os treinamentos técnicos e operacionais e queremos atender o público de nossa cidade de forma personalizada”, explica Gustavo. Oriundos do segmento de eventos, Luana e Gustavo viram-se em situação profissional difícil na pandemia, quando o mercado em que atuavam sofreu forte impacto. “Ambos trabalhávamos na empresa de minha família e os eventos simplesmente foram cancelados. Foi então que decidimos conhecer algumas franquias, em segmentos diferentes. Chegamos a ter reuniões com marcas de roupas e cosméticos, mas não nos identificamos. Ao conhecer a Pinta Mundi Tintas, sentimos que o negócio tinha muito a nos oferecer”, comenta Luana. Os novos franqueados dizem estar bastante ansiosos pelo evento de inauguração, que ocorrerá paralelamente com uma ação solidária, idealizada pelo casal. “Queremos arrecadar alimentos não perecíveis, roupas para adultos e crianças e brinquedos para doarmos para instituições beneficentes de nossa cidade. E, também, desejamos movimentar a cidade, participando de eventos beneficentes e promovendo a marca junto ao público. Temos muita energia e boas ideias e, certamente, uma loja de tintas colorirá ainda mais nossos planos, que é, quem sabe, ter a segunda loja nos próximos anos”, finaliza Luana. A Unidade Sumaré da Pinta Mundi Tintas fica na Avenida da Amizade, nº 2.720, no Parque Jatobá, em Nova Veneza. O telefone é o (19) 99880-7644. A loja abre de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 14h. SOBRE A PINTA MUNDI Fundada há quase 30 anos por Nassim Katri, a Pinta Mundi Tintas é uma rede varejista multimarcas de tintas e acessórios para pintura, com 30 lojas. Possui parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A Pinta Mundi Tintas apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. Clique Aqui e leia a matéria diretamente na fonte.
continuar lendo
No franchising, se é para crescer, que seja na crise

11Set

Jornal Diário do Comércio -  Por Karina Lignelli 11 de Setembro de 2020 às 07:00   FRANCHISING DA CONSTRUÇÃO O setor que apresentou 15 semanas seguidas de crescimento desde maio - o da construção civil - não poderia fazer diferente no franchising. Exemplo que ilustra bem esse avanço é a Pinta Mundi Tintas.  Há 30 anos na ativa, a rede não só tem dobrado o número de unidades na pandemia - de 20 para 40 -, como tem batido recordes de faturamento. Só em julho, a alta ficou 122% acima da meta projetada para o mês.  A operação enxuta, com alto controle de gastos, boa negociação de preços com fornecedores, estoque dimensionado para alto giro e lucratividade puxaram a alta, segundo o fundador Nassim Katri.  Os novos hábitos criados pelo isolamento e pelo home office, que favoreceram o mercado de obras e reformas residenciais, também ajudaram na expansão da rede.  "Foi uma mudança cultural forte: a pandemia criou a tendência de valorizar o lar, a casa... Então, realmente conquistamos recordes de faturamento, baseados em uma comunicação simples e mostrando o beneficio de que, com pouco dinheiro, as pessoas podem melhorar sua qualidade de vida", afirma.  Outros fatores também colaboraram para atrair novos franqueados, diz Katri, como a loja compacta e o custo de investimento acessível (a partir de R$ 159 mil), além dos muitos imóveis vazios, que facilitam negociar os pontos. E a disponibilidade de mão de obra, que abriu caminho para investidores como o ex-bancário Klaus Martins, que já planejava entrar para o franchising após 15 anos no setor financeiro. Avaliando marcas, riscos e oportunidades de empreender desde 2018, optou por se tornar franqueado da Pinta Mundi. E inaugurou sua loja em julho último, na Vila Maria (Zona Norte da capital paulista).  A escolha foi feita por observar que a rede vem crescendo e abrindo lojas todos os meses, mesmo com a crise, afirma. "Isso mostra que ela está bem posicionada no mercado de tintas.”  Outros diferenciais que o levaram a investir em uma franquia nesse momento, segundo Martins, são a simplicidade da operação, o volume negociado pelo franqueador, e a composição de mix de produtos da loja.  "Como loja individual, eu não teria condições e preço que tenho sendo franqueado. Além disso, os treinamentos são fundamentais para conquistar conhecimento técnico”, afirma ele, que diz que, no primeiro mês, bateu em 115% a meta da franqueadora, e espera um aumento de 50% nas vendas até dezembro.  Mas negócios como a Pinta Mundi e a Mr.Fit manterão o crescimento sustentável no pós-crise? Para Cláudia Bittencourt, sócia-fundadora e diretora geral do Grupo Bittencourt, se bem estruturados, vão continuar sim. Porém, os potenciais franqueados devem ficar atentos nesse momento, pois devem avaliar a consistência e a estrutura do negócio, de acordo com critérios técnicos e pesquisas que devem ser realizadas antes de assinar qualquer compromisso ou efetuar qualquer taxa. "Tanto para empresários que passarão a expandir seus negócios, como o empreendedor que pretende abrir o seu negócio próprio, o olhar para o franchising vai ser potencializado pós-pandemia", sinaliza.  Clique Aqui e leia a matéria na íntegra  
continuar lendo
Perdas e ganhos do franchising na pandemia - O Estado de SP

09Set

Com boa parte de suas operações instaladas em shoppings centers, as franqueadoras brasileiras viram-se em situação alarmante na pandemia. Muitas marcas dependiam exclusivamente deste canal de distribuição e sofreram duras perdas em faturamento. Conforme dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), entidade que congrega o setor, a queda média do faturamento das franquias foi de 48,2% em abril; 41% em maio e 30,1% em junho. Com quase 50% a menos de faturamento – deve-se lembrar que esse número reflete uma média do setor e que também leva em conta as operações que não sofreram com a pandemia e as que até lucraram com este momento e, portanto, algumas redes podem ter perdido muito mais que metade de seus ganhos – , não é difícil imaginar-se que as franquias demitiram pessoas, fecharam operações e suspenderam relações com fornecedores. O encadeamento de empresas envolvidas numa crise sempre é grande e, quando um setor é duramente atingido, a situação reflete-se em fornecedores e prestadores de serviços, que perdem clientes. Assim, de consultorias, escritórios de design e arquitetura, advogados, agências de marketing e comunicação, gráficas, empresas de embalagem e descartáveis, por exemplo, a fornecedores de matéria-prima e indústrias foram prejudicados com o fechamento dos shoppings e das franquias. Quem acompanha o Franchising desde o seu começo jamais viu uma crise como esta. Passaram-se governos e trocaram-se moedas, o sistema teve seu boom, nos anos de 1990, com desaquecimentos e reaquecimentos em diversos períodos, tendo que se reinventar, por muitas vezes, mas jamais foi impedido de receber seus consumidores. E quais foram os aprendizados das redes, após todo o caos? Nunca foi preciso agir tão rápido para sobreviver. Algumas marcas conseguiram. Outras, demoraram. Houve aquelas que pareciam já estar preparadas. E pode haver quem ainda nem se deu conta de onde veio a onda que o atingiu. Analisando a situação hoje, quase seis meses depois do início da pandemia, que imaginávamos que duraria dois meses, no máximo, já conseguimos tirar algumas conclusões. Uma delas é que alguns setores souberam aproveitar a crise para ganhar dinheiro. Quem trabalhava com delivery, por exemplo, viu no decorrer da pandemia uma situação bastante propícia: em casa, sem poder sair, só restava à população pedir comida e tentar, assim, reduzir o impacto do isolamento social. Para se ter ideia, uma pesquisa realizada pela Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, mostrou que as vendas por delivery cresceram quase 95% entre janeiro e maio deste ano, em comparação aos mesmos meses do ano passado. O pico de crescimento se deu a partir de maio, quando o consumidor percebeu que, realmente, ficaria em casa, e quando sentiu menos medo da situação econômica, segundo os analistas da pesquisa. Redes que não trabalhavam com delivery ou que viam nesta modalidade apenas um complemento para sua operação passaram a ter nela a principal atividade do negócio. A Amor aos Pedaços, tradicional franqueadora a operar em shoppings, já dispunha de comércio eletrônico e delivery, mas com pequena participação em seu faturamento. Na pandemia, passou a trabalhar fortemente com entregas. Essa não foi a única mudança na marca: a franqueadora também criou kits especiais para pequenas comemorações em casa, apenas com o núcleo familiar. Se, antes, os kits continham quantidade de alimentos suficientes para dez pessoas, agora as ‘festas’ passaram a atender de dois a quatro comensais. Bolos menores, menos doces – mas sem perder o cliente. E diversas outras marcas fizeram o mesmo. Surgiu o delivery de roupas, cosméticos, aparelhos eletrônicos. Nunca se entregou tanta coisa – e essa tendência pode nunca mais desaparecer das redes franqueadoras. E quem não tinha loja virtual, como ficou? Certamente, perdeu muito. No franchising, houve certo receio, por parte de algumas franqueadoras, de não ter e-commerce, de forma a não concorrer com as lojas físicas. A dificuldade de repassar as vendas para as unidades franqueadas ou de fazer com que esse canal de distribuição de produtos entendesse que as vendas virtuais são outro canal, independente, adiou a decisão de empresários de implantar o e-commerce. E, na pandemia, muitos deixaram de ganhar. Essa perda fez com que inúmeras marcas repensassem seus canais de distribuição, criando novas políticas para conseguirem relacionar-se melhor com a questão, sem perder novos clientes e oportunidades. Em relação aos setores, quem perdeu e quem ganhou? Em Construção, vimos números expressivos. Para se ter ideia, a Pinta Mundi Tintas, uma pequena franqueadora de lojas de tintas, com cerca de 30 unidades franqueadas, viu a meta de faturamento de suas lojas ser batida nos meses de maio, junho e julho, tendo em julho um incremento de 122%. O franqueador atribuiu o feito às obras realizadas pelas pessoas que se encontram em home office: com mais tempo em casa, pintar os ambientes tornou-se importante para o bem-estar familiar e as reformas domésticas cresceram na pandemia. Já as escolas, de modo geral, viraram-se como puderam. A maioria delas investiu pesado na manutenção de seus alunos por meio de cursos online, já que as aulas presenciais foram suspensas. Houve muitas perdas, especialmente para os cursos de idiomas, que sofrem paralelamente ao desemprego, quando o aluno corta a despesa extra. Estratégias interessantes foram criadas: uma rede de ensino profissionalizante do interior de São Paulo, a MicroPro Desenvolvimento Profissional e Comportamental, com 38 unidades franqueadas, doou 1.000 bolsas para um curso EAD, de forma a atrair mais atenção para sua marca. O sucesso da campanha fez com que, agora, a franqueadora criasse outro curso e o disponibilizasse para jovens e seus familiares, ampliando o número de bolsas para 10 mil. Desta forma, além de manter alunos ligados à marca, está atraindo quem não a conhece, de forma a ter atenção de potenciais novos alunos. Mas, isso só foi possível a partir de uma plataforma de ensino online já estruturada antes da pandemia, que permitiu que a empresa operasse no sistema de ensino à distância. As prestadoras de serviços também obtiveram perdas e ganhos. As lavanderias foram bastante atingidas porque, em casa, não houve grande necessidade de usarem-se roupas que o brasileiro costuma lavar neste tipo de estabelecimento – e o movimento caiu. Entrar nas residências e nas empresas dos clientes não foi tarefa fácil, diante da necessidade do isolamento social e do medo da contaminação por coronavírus, então, as redes que prestam serviços domésticos precisaram reinventar-se. A Jan-Pro, por exemplo, adaptou seus serviços de limpeza profissionais para atender empresas que precisam justamente de ambientes mais limpos e livres de infecções. Apostando neste nicho, conseguiu manter suas franquias em atividade. Mais uma vez, a rapidez e a estratégia de se pensar em rede salvou um negócio. A pandemia fez com que franqueadores e franqueados pudessem sentir, definitivamente, que fazer parte de uma rede pode ser determinante para o sucesso ou o fracasso de um negócio. As marcas mais estruturadas conseguiram agir rapidamente, reverter a situação, estrategicamente, e sobreviver ao caos. Algumas já vinham se estruturando para atuar no ambiente virtual – fosse ele com aulas EAD ou e-commerce – e puderam ter nesse investimento a salvação do negócio. Outras tiveram caixa para implantar estratégias que garantiram a sobrevivência da marca, enquanto houve aquelas que apostaram na criatividade e no poder de adaptação para não quebrar. Certamente, foi infinitamente mais difícil para quem não faz parte de uma rede e teve que pensar e agir sozinho, sem respaldo de uma equipe, uma marca consolidada. Por fim, acredito que tanto a grande perda quanto o grande ganho da pandemia, para as franqueadoras, deu-se no relacionamento do franqueador com sua rede franqueada e dos franqueados, entre si. Falando-se primeiro em perdas, se pensarmos nas marcas que não investiram em formar uma base relacional séria, sólida e extremamente transparente com seus franqueados, não vejo como elas sobreviverão sem sequelas a esta pandemia e à crise. Não é possível que, no caos, números maquiados fiquem escondidos, relacionamento ruim com fornecedores não seja ainda mais prejudicado e desonestidade com o mercado e com o consumidor fique acobertada. Portanto, infelizmente, quem faz (ou fazia) parte de uma marca que pratique alguma inconsistência dificilmente salvou seu negócio ou terá sucesso, daqui para a frente. E o relacionamento entre o franqueador que não oferece boas práticas com sua rede não tem chances, depois de todos os acontecimentos que vivemos. Já os ganhos das redes que praticam o Franchising Consciente podem ser fortalecedores para a marca. É ilusório achar que a pandemia não deixará sequelas, ainda que mínimas, nos empreendedores. Mas, presenciamos redes unidas, com franqueados ajudando-se, nas mais variadas frentes, e franqueadores apoiando seus parceiros em todos os aspectos. E, certamente, quem faz parte de uma rede busca esse tipo de relacionamento. Não é possível determinar quando (e se) o varejo voltará ao normal, como era antes. Como não conseguimos adivinhar o futuro, porque ele é aleatório, precisamos pensar bem nas atitudes que tomamos, hoje, para nos prepararmos para os adventos que podem desestabilizar nossos projetos. *Melitha Novoa Prado é advogada especializada em Direito Empresarial, Franchising e Varejo. Especialista em Negociação, Mediação e Arbitragem; membro da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e diretora jurídica do RDI (Retail Design Institute), vice-presidente do Conselho Curador da Plan International e voluntária da Obra do Berço   Clique Aqui e leia o texto na fonte
continuar lendo
Uma franquia para jovens empreendedores

08Set

Se você é jovem e nunca pensou em ter uma loja de tintas, as histórias dos franqueados da PINTA MUNDI TINTAS certamente o convencerá de que esta é a franquia que mudará a sua vida    Albert Katri tem apenas 24 anos,  e já é um franqueado de sucesso! À frente da loja PINTA MUNDI TINTAS de Perus, zona Leste de São Paulo, ele ri quando questionado se esse tipo de negócio é indicado para jovens. “Acredito que atuamos em um ramo que não desperta nos jovens um grande interesse porque eles não entendem, a princípio, a baixa complexidade da operação e a alta lucratividade. Quando, no fim do mês, eu ganho três vezes mais do que se estivesse empregado, vejo que uma loja de tintas é um negócio para empreendedores de quaisquer idades”, diz ele. Operando a loja há mais de três anos, o jovem está pronto para abrir a segunda franquia. “Já estou em busca do ponto. O investimento da segunda loja virá do lucro da primeira”, conta.   O casal Luana  e Gustavo  Rocha, de 26 e 28 anos, respectivamente, também decidiu que o mercado de tintas pode ser uma opção interessante para jovens que querem empreender. Oriundos do segmento de eventos, eles se viram em situação profissional difícil na pandemia, quando o mercado em que atuavam sofreu forte impacto. “Ambos trabalhávamos na empresa de minha família e os eventos simplesmente foram cancelados. Foi então que decidimos conhecer algumas franquias, em segmentos diferentes. Chegamos a ter reuniões com marcas de roupas e cosméticos, mas não nos identificamos. Ao conhecer a PINTA MUNDI TINTAS, sentimos que o negócio tinha muito a nos oferecer”, comenta Luana. Ela e o esposo são empreendedores natos e a abertura  da loja, na cidade de Sumaré (SP), aconteceu em  setembro, em plena pandemia. “Recebemos todo o suporte da franqueadora e estamos muito entusiasmados! Estamos recebendo os treinamentos técnicos e operacionais e queremos atender o público de nossa cidade de forma personalizada”, explica Gustavo. Os novos franqueados dizem estar bastante ansiosos pelo evento de inauguração, que ocorrerá paralelamente com uma ação solidária, idealizada pelo casal. “Queremos arrecadar alimentos não perecíveis, roupas para adultos e crianças e brinquedos para doarmos para instituições beneficentes de nossa cidade. E, também, desejamos movimentar a cidade, participando de eventos beneficentes e promovendo a marca junto ao público. Temos muita energia e boas ideias e, certamente, uma loja de tintas colorirá ainda mais nossos planos, que é, quem sabe, ter a segunda loja nos próximos anos”, finaliza Luana.   A franquia PINTA MUNDI TINTAS A PINTA MUNDI TINTAS é uma varejista de tintas e acessórios para pintura com 30 anos de história e parceria com indústrias de tintas como Suvinil, Coral e Sherwin-Williams, além de acessórios como Condor e Tigre. A rede é composta por mais de 30 lojas e está em plena expansão. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com mais um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. A PINTA MUNDI TINTAS tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz a executiva. Ela também aponta o baixo investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na PINTA MUNDI TINTAS, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a PINTA MUNDI TINTAS está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza.   Perfil Marca: PINTA MUNDI TINTAS Tipo de negócio: Multimarcas varejista de tintas e acessórios Ano da fundação: 1990 Início da franquia no Brasil:  2017 Total de unidades no Brasil: mais de 30 lojas Investimento inicial: a partir de R$ 159 mil (incluindo a taxa de franquia e estoque inicial) Taxa de franquia: R$ 50 mil Capital de giro: De R$ 30 mil a R$ 40 mil Royalties: 5% das compras Taxa de publicidade: 2% das compras Área mínima: De 80 m2 a 150 m2 Nº de funcionários: De 1 a 2 Faturamento bruto: média de R$ 1 milhão por ano Lucro líquido:  15% Prazo de retorno: de 18 a 24 meses Prazo de contrato: 5 anos Apoio ao franqueado:  Orientação na escolha do ponto comercial; treinamento operacional ao franqueado e equipe; manuais de gestão; consultoria técnica administrativa, financeira e operacional, software de gestão, fornecedores homologados. Telefone: (11) 94159-4241 E-mail: franquias@pintamundi.com.br Site: www.franquia.pintamunditintas.com.br Leia Aqui a matéria na fonte.
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas na Revista Exame

04Set

Black Friday do Brasil: franquias dão vouchers e descontos de até 70% No rol de mimos das redes de franquias estão ainda condições facilitadas para novos franqueados, como descontos ou parcelamento na taxa de franquia   A Semana do Brasil, campanha de descontos no varejo que virou uma espécie de Black Friday às vésperas do feriado da Independência, comemorado na próxima segunda-feira, 7, está levando muitas redes de franquias a oferecer descontos de até 70% nos produtos aos consumidores. No rol de mimos para atrair clientes nos próximos dias estão promoções do tipo “pague 1 leve 2”, vouchers para novas compras, brindes e até frete. Há ainda redes de franquias com condições facilitadas para novos franqueados, como descontos ou parcelamento na taxa de franquia. No ano passado, cerca de 3.000 lojas participaram da chamada “Black Friday verde e amarela”. Segundo levantamento realizado pela Cielo, na comparação com o mesmo período de 2018, a “Semana do Brasil” de 2019 fez o varejo crescer 11,3%. Os setores que mais cresceram em relação ao ano anterior foram os de cosméticos (19,8%), móveis e eletrodomésticos (12,6%), vestuário e artigos esportivos (6,1%) e supermercados (4,5%). Veja, a seguir, algumas das redes de franquias com promoções para a Semana do Brasil. Pinta Mundi Tintas   Para novos franqueados, a rede de franquias de tintas e acessórios para pintura, com mais de 30 lojas em quatro estados, vai dar desconto de 20% na taxa de franquia para o candidato que iniciar negociações na Semana do Brasil. O valor da taxa, já com desconto, fica em 50.000 reais. O investimento total em uma loja compacta começa em 159.000 reais.   Clique aqui e leia a maéria na íntegra
continuar lendo
PINTA MUNDI SUPERA METAS

Set

PINTA MUNDI –  Até o final de dezembro de 2020, a Pinta Mundi Tintas, varejista de tintas e acessórios para pintura presente em quatro estados (BA, PR, SC e SP), pretende dobrar o tamanho de sua rede. É um feito e tanto, para um ano de crise econômica e pandemia. A marca está abrindo novas lojas todos os meses, a exemplo da unidade recém-inaugurada na Vila Maria, bairro da capital paulista, e de outras que serão inauguradas até o final do ano. “Mas, não é só isso: estamos comemorando o terceiro mês consecutivo de superação de meta e, em julho, esse índice foi de 122%. Sentimos que nossos esforços estão sendo recompensados”, diz Nassim Katri, franqueador e fundador da marca. Katri credita esse sucesso a alguns fatores. Primeiro, pelo formato adotado na gestão de suas lojas: trata-se de uma operação enxuta, com alto controle de gastos, no qual se compra pelo melhor preço, com estoque dimensionado para alto giro e boa lucratividade. Depois, porque a própria situação de todas as pessoas estarem em casa, em home office, aqueceu o mercado de reformas e obras. “Nós atendemos tanto o mercado comercial e corporativo quanto o residencial e isso faz com que tenhamos um amplo público consumidor. Não nos limitamos e, por isso, a pandemia não nos atrapalhou. Ao contrário: fez nosso faturamento crescer”, avalia o empresário. Durante a pandemia, os franqueados atenderam por delivery, mantendo as lojas em funcionamento parcial e obedecendo as regras de isolamento de cada município. “Todas as nossas franquias respeitaram as leis e o contato com os clientes, por redes sociais e canais de comunicação variados, foi realizado para atendê-los da melhor forma possível. Agora, com as lojas em funcionamento, oferecemos todos os itens necessários – como máscaras e álcool em gel, além de protocolo de segurança – para que todos continuem tendo a saúde preservada”, explica Katri. Expansão da marca e taxa Selic O franqueador acredita que continuará com o ritmo de expansão projetado no começo do ano. “Fecharemos 2020 dobrando o tamanho de nossa rede, em relação a janeiro. Esses números são viáveis porque nossa franquia tem um valor bastante acessível: a partir de R$ 159 mil, é possível montar uma loja compacta completa”, diz ele. Com a queda da taxa Selic para 2%, recentemente, os analistas de investimentos indicam que deixar dinheiro parado, em investimentos, não é boa opção, porque os juros estão cada vez mais baixos. “Nossos franqueados obtêm excelente rentabilidade e o retorno de seus investimentos em prazo menor do que o previsto. Não é à toa que alguns já estão abrindo a segunda loja e reservando áreas para a abertura de outras unidades. É um excelente momento para investir”, indica Katri. A rede é composta por mais de 30 lojas e está em plena expansão. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. “Sempre dizemos que nosso negócio não admite escravos”, brinca Katri. “Ele é feito para empreender e gerar excelente lucratividade, com todos os franqueados performando acima das metas estipuladas – temos esse resultado apresentado de janeiro a junho de 2020 – e boa parte deles já com o retorno do investimento inicial apurado, algo raro de se alcançar no franchising no primeiro ano”, orgulha-se o franqueador. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. A franquia tem algumas características muito particulares. “Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. Ela também aponta o baixo investimento em uma franquia como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Clique aqui e leia a matéria na fonte 
continuar lendo
Profissionais 50+ empreendem, enfrentam crise gerada pela pandemia, geram novos empregos e fazem planos para abrir mais uma franquia

Set

Profissionais 50+ empreendem, enfrentam crise gerada pela pandemia, geram novos empregos e fazem planos para abrir mais uma franquia De fácil operação, funcionamento em horário comercial e liberada para trabalhar durante a pandemia, a Pinta Mundi Tintas conquistou o casal Ricardo e Alessandra Przadka, que completa um ano de franquia e já pensa em abrir a segunda loja. Dados mercadológicos mostram que pessoas acima dos 50 anos são as mais afetadas pelo desemprego durante a crise atual   O casal Alessandra e Ricardo Przadka chegou aos 50 anos de idade com carreiras consolidadas – mas, com muita energia produtiva e vontade de realizar novas atividades. Ela, dedicada ao ramo da confeitaria, confessa que se sentia um pouco cansada com a desvalorização de seu trabalho, que era realizado de maneira artesanal e nem sempre podia render o que realmente valia. “Explicar aos clientes que doces personalizados têm um valor agregado muito maior que os industrializados, feitos em escala, é uma tarefa árdua, porque muitos sempre baixavam os valores apenas por computarem os ingredientes – e nunca meu trabalho e dedicação”, lembra. Já o esposo, Ricardo, deixou a indústria automotiva para prestar consultoria no ramo – mas, acostumado a trabalhar desde cedo, via-se com tempo sobrando. Foi numa reportagem que mostrava boas opções em franquia, há pouco mais de um ano, que eles conheceram a Pinta Mundi Tintas. A marca, varejista de tintas e acessórios para pintura, despertou-lhes uma curiosidade: “Sempre gostamos de reformas, mas ter um negócio no ramo é diferente. Além disso, não era algo muito tradicional, então resolvemos estudar o segmento junto a outras marcas”, lembra Alessandra. Eles procuraram a Pinta Mundi Tintas numa feira de franquias, na capital paulista, e surpreenderam-se quando receberam apoio do próprio franqueador, Nassim Katri. “Nós vimos muitas opções na feira, mas em nenhuma delas o próprio dono da marca, o fundador da empresa, falou conosco, no fechamento do negócio. Isso fez uma diferença enorme, porque sentimos uma confiança e uma honestidade ímpares, que nos deixou muito bem impressionados”. O casal não deixou de analisar outros ramos. Viram quiosques e lojas em shoppings e outros segmentos. Mas, a Pinta Mundi Tintas pareceu-lhes um negócio bastante atrativo. “Temos uma filha adolescente e ela precisa de bastante atenção. O fato de a Pinta Mundi não depender de mim o tempo todo ajuda nessa jornada, porque sei que se eu me ausentar, o negócio não para. Além disso, não abrimos aos domingos e isso não gera impacto sobre nosso faturamento, o que nos dá tempo para realizar outras atividades que, atualmente, nos são fundamentais”, avalia a franqueada, que está plenamente satisfeita com seu primeiro ano de operação. A loja dela, localizada no bairro do Tucuruvi, na zona Norte de São Paulo, fica próxima à residência do casal. “E já pensamos em abrir a segunda unidade”, confirma Alessandra. Empreender aos 50+ Há uma tendência, nascida da necessidade, de pessoas com mais de 50 anos empreenderem. Uma pesquisa realizada Maturi, plataforma que capacita e emprega profissionais com mais de 50 anos, apontou que 20% das quase 5 mil pessoas entrevistadas investiram em uma nova carreira ou projeto na pandemia, para gerarem renda. 30% delas procuraram emprego no mesmo período*. Uma boa alternativa para os profissionais com mais de 50 anos – estima-se que haja mais de 54 milhões de pessoas nesta faixa etária, segundo dados do Contador de Longevidade (longevidade.com.br/contador) – é empreender, como fez o casal Przadka. Porém, não é aconselhável nem começar sem estudar profundamente o ramo, nem apostar em qualquer marca, quando o assunto é franquia. Segundo estudos do Sebrae, os fatores que levam as empresas a fracassarem – ou à mortalidade – são inúmeros: falta de experiência no ramo, falta de conhecimento dos hábitos de consumo do cliente, falta de estratégia para evitar desperdício, incapacidade de calcular as vendas e a lucratividade, entre outros. “Tudo isso, a franqueadora já previu, testou e entrega ao franqueado, por meio da transferência de know-how”, diz Nassim Katri, franqueador da Pinta Mundi Tintas. Há mais de 30 anos no segmento, ele acompanha de perto a rede, de 30 lojas, e sabe que o perfil de seu franqueado é o do que busca um negócio de operação desburocratizada, enxuta e de baixa complexidade. “Nosso franqueado não precisa se preocupar com estoques de produtos com curto prazo de validade, funcionários que se revezam em turnos – as lojas operam com apenas um ou dois colaboradores – negociações com shoppings – as lojas são sempre instaladas em pontos de rua – e nem com o preparo de produtos perecíveis na loja, porque eles compram diretamente de grandes fabricantes, como Sherwin-Willians, Suvinil e Coral. Essa operação lhes garante tranquilidade e alta lucratividade”, explica Henry Safra, executivo de operações da rede. Alessandra e Ricardo, da unidade Tucuruvi, precisaram contratar mais um colaborador para a equipe, já que a demanda, também por delivery, cresceu na pandemia. “Com cuidados fundamentais para a saúde de todos, não deixamos de atender nossos clientes e, ainda, empregamos mais uma pessoa, no momento de crise”, orgulham-se os empreendedores. Todas essas vantagens atraem quem tem o perfil parecido com o do próprio franqueador (Katri está na faixa dos 50 anos) e se identifica com o segmento e suas facilidades. “O investidor que procura a Pinta Mundi Tintas quer ter um bom suporte, contar com nossa experiência e a garantia do retorno do seu investimento no prazo determinado. A operação é simples e descomplicada, as lojas têm layout moderno e atrativo e nosso cliente tem tudo o que precisa em um único local”, afirma. Alessandra Przadka reitera as palavras de Katri. “Quando eu empreendia sozinha, era bitolada em algumas rotinas, sempre operava da mesma forma. Agora, pertencendo a uma rede, observo o que outros franqueados fazem, recebo treinamentos constantemente, tenho condutas diferentes todos os dias. Contar com essa expertise do franqueador me faz sentir um ânimo especial diariamente, é como se me motivasse a tentar realizar as coisas de uma forma melhor”, declara. A rede Pinta Mundi Tintas possui outros franqueados com mais de 50 anos, mas não é uma marca de exclusividade desta faixa etária – e nem informa que buscou esse caminho. “Fomos naturalmente procurados por empreendedores que se identificaram com nosso propósito de crescimento e com as condições que propusemos a eles. A transparência de nosso processo de seleção e oferta de franquia faz com que quem esteja apostando num negócio para consolidar a carreira, definitivamente, veja na Pinta Mundi Tintas uma oportunidade. É por isso que nossos franqueados têm a intenção, assim como Alessandra e Ricardo, de se tornarem multifranqueados da marca. E nós os apoiaremos nessa empreitada”, considera Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. Clique aqui e leia a matéria na fonte.
continuar lendo
PELO 3º MÊS CONSECUTIVO, FRANQUIAS PINTA MUNDI TINTAS SUPERAM VENDAS

Set

PELO 3º MÊS CONSECUTIVO, FRANQUIAS PINTA MUNDI TINTAS SUPERAM VENDAS De fácil operação e baixo investimento, a rede PINTA MUNDI TINTAS pretende dobrar de tamanho em 2020. Pelo 3º mês consecutivo, franquias PINTA MUNDI TINTAS superam vendas, chegando a 122% da meta projetada para julho De fácil operação e baixo investimento, a rede PINTA MUNDI TINTAS pretende dobrar de tamanho em 2020 – e não para de crescer. Com queda da taxa Selic para 2%, investir em uma franquia torna-se ainda mais atrativo Até o final de dezembro de 2020, a PINTA MUNDI TINTAS, varejista de tintas e acessórios para pintura, dobrará o tamanho de sua rede. É um feito e tanto, para um ano de crise econômica e pandemia. “Mas, não é só isso: estamos comemorando o terceiro mês consecutivo de superação de meta e, julho, esse índice foi de 122%. Sentimos que nossos esforços estão sendo recompensados”, diz Nassim Katri, franqueador e fundador da marca. Katri credita esse sucesso a alguns fatores. Primeiro, pelo formato adotado na gestão de suas lojas: trata-se de uma operação enxuta, com alto controle de gastos, no qual se compra pelo melhor preço, com estoque dimensionado para alto giro e boa lucratividade. Depois, porque a própria situação de todas as pessoas estarem em casa, em home office, aqueceu o mercado de reformas e obras. “Nós atendemos tanto o mercado comercial e corporativo quanto o residencial e isso faz com que tenhamos um amplo público consumidor. Não nos limitamos e, por isso, a pandemia não nos atrapalhou. Ao contrário: fez nosso faturamento crescer”, avalia o empresário. Durante a pandemia, os franqueados atenderam por delivery, mantendo as lojas em funcionamento parcial e obedecendo as regras de isolamento de cada município. “Todas as nossas franquias respeitaram as leis e o contato com os clientes, por redes sociais e canais de comunicação variados, foi realizado para atendê-los da melhor forma possível. Agora, com as lojas em funcionamento, oferecemos todos os itens necessários – como máscaras e álcool em gel, além de protocolo de segurança – para que todos continuem tendo a saúde preservada”, explica Katri. Expansão da marca e taxa Selic O franqueador acredita que continuará com o ritmo de expansão projetado no começo do ano. “Fecharemos 2020 dobrando o tamanho de nossa rede, em relação a janeiro. Esses números são viáveis porque nossa franquia tem um valor bastante acessível: a partir de R$ 159 mil, é possível montar uma loja compacta completa”, diz ele. Com a queda da taxa Selic para 2%, recentemente, os analistas de investimentos indicam que deixar dinheiro parado, em investimentos, não é boa opção, porque os juros estão cada vez mais baixos. “Nossos franqueados obtêm excelente rentabilidade e o retorno de seus investimentos em prazo menor do que o previsto. Não é à toa que alguns já estão abrindo a segunda loja e reservando áreas para a abertura de outras unidades. É um excelente momento para investir”, indica Katri. A PINTA MUNDI TINTAS é uma varejista de tintas e acessórios para pintura com 30 anos de história e parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre. A rede é composta por mais de 30 lojas e está em plena expansão. Trata-se de uma franquia com operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. “Sempre dizemos que nosso negócio não admite escravos”, brinca Katri. “Ele é feito para empreender e gerar excelente lucratividade, com todos os franqueados performando acima das metas estipuladas – temos esse resultado apresentado de janeiro a junho de 2020 – e boa parte deles já com o retorno do investimento inicial apurado, algo raro de se alcançar no franchising no primeiro ano”, orgulha-se o franqueador. A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. A PINTA MUNDI TINTAS tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. “A loja foi pensada para ser eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia inclusa”, diz Shirleine Diniz, executiva à frente da expansão da marca e responsável pela abertura de novas lojas franqueadas. Ela também aponta o baixo investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na PINTA MUNDI TINTAS, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a PINTA MUNDI TINTAS está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza. Clique aqui e leia a matéria na fonte.
continuar lendo
Baixo investimento em segmento imune à pandemia

Set

Está na hora de você investir numa franquia: bons pontos comerciais disponíveis e em locais estratégicos, com aluguéis mais acessíveis; clientes ávidos pelo consumo e retomada da Economia indicam que quem investir agora terá sucesso nas operações em tempo adequado. Escolher o setor correto, entretanto, fará toda a diferença: optar por um segmento que faça parte do rol de serviços essenciais pode ser uma estratégia interessante, porque garante a abertura da unidade franqueada. E, se você tem apenas R$ 159 mil, pode investir em uma loja compacta completa da PINTA MUNDI TINTAS, marca que está há quase 30 anos no mercado, faz parte do segmento de Casa & Construção – que não parou com a pandemia – e está presente na vida das pessoas, já que passar mais tempo em casa fez com que elas desejassem morar melhor e realizar reparos emergenciais e estéticos. Além disso, o ‘novo normal’ também trouxe mais pessoas para o home office, que precisa ser um local mais bonito e aconchegante. Como as lojas de tintas puderam operar na quarentena, tiveram faturamento impactado positivamente, se comparado aos demais segmentos de franquia. Quem investiu numa franquia de tintas antes da pandemia, por exemplo, teve certa tranquilidade de não perder estoques e conseguir atender tanto presencialmente – obedecendo-se todas as regras de segurança para preservar a saúde de colaboradores e clientes – quanto por delivery, uma nova e importante modalidade para o setor. A PINTA MUNDI TINTAS manteve-se atuante durante toda a pandemia. Apenas uma marca que tem parceria com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil  e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre, poderia passar por uma crise desse porte prestando suporte à rede, composta por 30 lojas, para que todas elas continuassem operando. “Trabalhamos bastante próximos aos nossos franqueados, como já é uma característica de nossa franqueadora, com a equipe muito alinhada neste momento. Foi preciso uma estratégia focada nas necessidades do consumidor, que queria receber seus produtos contando com nosso conhecimento técnico e muita segurança”, diz o franqueador, Nassin Katri. A PINTA MUNDI TINTAS apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. “Sempre dizemos que nosso negócio não admite escravos”, brinca Katri. “Ele é feito para empreender e gerar excelente lucratividade, com todos os franqueados performando acima das metas estipuladas – temos esse resultado apresentado de janeiro a maio de 2020 – e boa parte deles já com o retorno do investimento inicial apurado, algo raro de se alcançar no franchising no primeiro ano”, orgulha-se o franqueador.   A meta da rede é finalizar 2020 com 40 lojas. Um dos franqueados que comprova esse sucesso é Alessandra Przadka, da PINTA MUNDI TINTAS Tucuruvi, na capital paulista. “Poder trabalhar em família, ser uma franquia que não depende de loja em shopping e não possuirmos compromisso obrigatório de compra mensal foram os principais fatores que me levaram a escolher a PINTA MUNDI TINTAS. Temos hoje um excelente suporte e uma ótima abertura pra sugestões e críticas. Atualmente o que mais me deixa satisfeita é a possibilidade de ter trabalhado em tempos de pandemia. Espero, em breve, poder investir em mais uma loja, crescer no ramo e colher os frutos do trabalho dedicado que estamos fazendo”. Se você está em dúvida sobre o momento de investir ou o segmento que deve escolher, conheça a PINTA MUNDI TINTAS e comprove os resultados das unidades que operam sob nossa marca: totalmente desburocratizada e de fácil operação, o negócio é indicado para quem quer começar a trabalhar já!   O case de sucesso Pinta Mundi Tintas O segmento de Casa & Construção foi um dos mais promissores no ano passado, segundo o último levantamento da Associação Brasileira de Franchising – ABF. A entidade apontou um crescimento médio de 6,9% no terceiro trimestre do ano em número de unidades franqueadas e 5,3% em faturamento, em comparação ao mesmo período do ano anterior, dados que mostraram aquecimento do setor. Ainda conforme apontamento da ABF, o segmento mostrou aumento da gama de produtos e serviços, maior integração entre a indústria e as lojas e investimento em capacitação. Há quase 30 anos no mercado, a PINTA MUNDI TINTAS é um case que comprova os dados apontados pela pesquisa da ABF. A varejista multimarcas aderiu ao sistema de franchising em 2017 e, de lá para cá, soma 30 lojas e quer finalizar 2020 com 40 unidades em operação. “Crescemos de forma estruturada, consciente e com parceiros que nos permitam ter negócios de longo prazo. Queremos o sucesso do nosso franqueado, para que ele tenha o retorno de seu investimento de forma simples, com facilidade na operação e baixa complexidade”, explica Nassim Katri, fundador da marca e franqueador. A PINTA MUNDI TINTAS tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficaram encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri. A PINTA MUNDI TINTAS apresenta uma operação enxuta, de baixa complexidade, que permite ao franqueado trabalhar com apenas um colaborador, em horário comercial. Por ser uma operação com tais características, permite ao franqueado ter flexibilidade de horários. Esse é um grande diferencial da marca, mas não é o único. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. Todo o layout foi pensado para termos uma loja eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80m2) iniciando-se em R$ 159 mil, já com a taxa de franquia de R$ 50 mil inclusa.   Investir em plena pandemia é um bom negócio? A PINTA MUNDI TINTAS está em um segmento que não foi impedido de funcionar pelos decretos municipais, por estar inserido nos serviços essenciais (comercialização de materiais de construção). Assim, tomou todas as precauções para manter a saúde de seus colaboradores, clientes e franqueados, operando com delivery ou portas abertas, atitude que permitiu que mais da metade da rede superasse 60% das metas de março. O apoio da franqueadora foi além de orientação aos franqueados. Um grande esforço institucional está sendo realizado para que a marca PINTA MUNDI TINTAS alcance seu público, de maneira a fortalecer as vendas e auxiliar os franqueados neste momento, em que é preciso ainda mais união entre o franqueador e sua rede franqueada. Para quem pensa em investir em uma franquia em plena crise, há inúmeras vantagens, conforme aponta Shirleine Diniz, Gerente de Expansão. Segundo ela, a perspectiva é de que haverá, a partir de agora, excelentes pontos comerciais para negócios de baixo investimento. “A oferta de boas localidades disponíveis, em maio e junho, será iniciada e somente quem é arrojado entenderá que este é o momento de investir, porque a pandemia passará e tudo se normalizará”, explica a especialista. Ela também aponta o baixo investimento em uma PINTA MUNDI TINTAS como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na PINTA MUNDI TINTAS, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a PINTA MUNDI TINTAS está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza.  
continuar lendo
Por que comprar uma franquia no segmento de construção agora?

Set

O segmento de Casa & Construção foi um dos mais promissores no ano passado, segundo o último levantamento da Associação Brasileira de Franchising – ABF. A entidade apontou um crescimento médio de 6,9% no terceiro trimestre do ano em número de unidades franqueadas e 5,3% em faturamento, em comparação ao mesmo período do ano anterior, dados que mostraram aquecimento do setor. Ainda conforme apontamento da ABF, o segmento mostrou aumento da gama de produtos e serviços, maior integração entre a indústria e as lojas e investimento em capacitação. Há quase 30 anos no mercado, a Pinta Mundi Tintas é um case que comprova os dados apontados pela pesquisa da ABF. A varejista multimarcas, que atua com parcerias renomadas com indústrias de tintas como Sherwin-Williams, Suvinil  e Coral, além de acessórios como Condor e Tigre, entre outros, aderiu ao sistema de franchising em 2017 e, de lá para cá, soma 12 lojas próprias, nove fraqueadas e duas em processo de inauguração, totalizando 23 operações. “Crescemos de forma estruturada, consciente e com parceiros que nos permitam ter negócios de longo prazo. Queremos o sucesso do nosso franqueado, para que ele tenha o retorno de seu investimento de forma simples, com facilidade na operação e baixa complexidade”, explica Nassim Katri, fundador da marca e franqueador. A Pinta Mundi Tintas tem algumas características muito particulares, como franquia. Em primeiro lugar, é uma marca completamente desburocratizada, que tem como princípio facilitar a operação da unidade franqueada. Para se ter ideia, o franqueado compra diretamente do fabricante homologado pelo franqueador, o que reduz custos e prazos de entrega e aumenta as margens de lucro, além de proporcionar flexibilidade nos prazos de pagamento. “A franqueadora negocia os preços pelo volume de vendas, mas o franqueado compra diretamente, conforme o perfil de seu público consumidor. Não impomos compras mínimas ou produtos que ficarão encalhados em estoque porque não correspondem ao que é vendido naquela região, por exemplo”, explica Katri (foto). Esse é um grande diferencial da marca, mas não é o único. O próprio layout da loja proporciona facilidade na operação e permite ao cliente visualizar os produtos, bem como a torna bem atrativa no investimento inicial. Todo o layout foi pensado para termos uma loja eficiente, bonita e de baixo investimento. Expomos os produtos de maneira organizada e é do interesse do consumidor observar as latas de tinta e os acessórios, então, não é necessário investir em alta complexidade de materiais, que encareceriam o projeto. Com todo esse estudo, conseguimos fixar o valor de investimento em uma loja compacta completa (80 m2) iniciando-se em R$ 189 mil, já com a taxa de franquia de R$ 50 mil inclusa. Investir em plena pandemia é um bom negócio? A Pinta Mundi Tintas está em um segmento que não foi impedido de funcionar pelos decretos municipais, por estar inserido nos serviços essenciais (comercialização de materiais de construção). Assim, tomou todas as precauções para manter a saúde de seus colaboradores, clientes e franqueados, operando com delivery ou portas abertas, atitude que permitiu que mais da metade da rede superasse 60% das metas de março. O apoio da franqueadora foi além de orientação aos franqueados. Todos eles tiveram a taxa de royalties suspensas por tempo indeterminado, além de reforço no investimento da marca em campanhas promocionais e nas redes sociais. Um grande esforço institucional está sendo realizado para que a marca Pinta Mundi Tintas alcance seu público, de maneira a fortalecer as vendas e auxiliar os franqueados neste momento, em que é preciso ainda mais união entre o franqueador e sua rede franqueada. Para quem pensa em investir em uma franquia em plena crise, há inúmeras vantagens, conforme aponta Shirleine Diniz, Gerente de Expansão. Segundo ela, a perspectiva é de que haverá, a partir de agora, excelentes pontos comerciais para negócios de baixo investimento. “A oferta de boas localidades disponíveis, em maio e junho, será iniciada e somente quem é arrojado entenderá que este é o momento de investir, porque a pandemia passará e tudo se normalizará”, explica a especialista. Ela também aponta o baixo investimento em uma Pinta Mundi Tintas como uma oportunidade de negócios. “Oferecemos uma loja completa, que cabe no bolso de quem está se desligando de uma empresa. Na Pinta Mundi Tintas, trabalha-se em horário comercial, portanto, há tempo para as atividades familiares e o lazer”, diz. Por fim, Shirleine Diniz aponta o incentivo que a Pinta Mundi Tintas está oferecendo a novos franqueados da rede: “Aqueles que nos procurarem para conhecer a marca e assinarem contrato nos próximos meses terão desconto de 20% na taxa de franquia, que hoje é estipulada em R$ 50 mil”, finaliza.
continuar lendo
Franquia de tintas registra aumento de 50% em seu faturamento e projeta abertura de 10 lojas em 2019

Set

Franquia de tintas registra aumento de 50% em seu faturamento e projeta abertura de 10 lojas em 2019   São Paulo, janeiro de 2019 - A Pinta Mundi, rede de loja de tintas paulista, registrou em seu balanço anual de 2018 um aumento de 50% em seu faturamento quando comparado ao ano anterior. Outro ponto significativo registrado pela rede, foi que, só do 3º para o 4º semestre de 2018, o faturamento cresceu em 39,12%.    Diante de um cenário positivo,  segundo a ABRAMAT, o faturamento da indústria de materiais de construção subiu 1,2% em 2018  na comparação anual.  Com crescimento acima do mercado e com uma expectativa de continuar expandido dentro da grande São Paulo, a Pinta Mundi -  que hoje fatura R$10 milhões com 15 unidades, sendo 12 próprias e  3 franqueadas - tem como objetivo abrir mais 10 novas lojas em 2019, chegando a um total de  25 unidades neste.    “Tivemos um ano muito bom, até acima do que esperávamos. Com essa melhora do mercado, estamos otimistas e com grande expectativa para a expansão de nossa rede. Com nossa proposta de expansão bem desenhada, baseada num modelo de negócio com baixa complexidade operacional, acreditamos que 2019 será outro grande ano, não só para nós, mas para a indústria de material de construção em geral”, diz Nassim Katri, fundador da Pinta Mundi.   Parte do sucesso da rede se deve ao comprometimento em identificar o perfil do consumidor e atendê-lo com excelência, seja ele um profissional do ramo, um consumidor comum, uma empresa, etc. A Pinta Mundi também trabalha com preços competitivos e com grandes parceiros como Sherwin Williams, Suvinil e Coral, Condor Pincéis e Tigre.“Queremos ser referências no segmento de tintas, com a melhor opção para o consumidor que deseja ser bem atendido, pagando um preço justo”, destaca Katri.    Sobre a Pinta Mundi A Pinta Mundi é uma rede de franquias de loja de tintas, com mais de 27 anos de atuação no mercado. Em 2017, a marca passou a implementar o modelo de franquias. Atualmente, a rede encontra-se com 12 unidades próprias e  3 franqueadas e busca expansão pela capital e Grande São Paulo.  
continuar lendo
Fundador da Pinta Mundi assume direção executiva da Associação dos Revendedores de Tintas de São Paulo 

Set

Nassim Katri, CEO e fundador da rede Pinta Mundi Tintas, tem como principal objetivo contribuir para o aperfeiçoamento do segmento a partir do engajamento e união dos lojistas   São Paulo, junho de 2019 - O empresário Nassim Katri, CEO e fundador da franquia de tintas Pinta Mundi, passa a compor a direção executiva da Associação dos Revendedores de Tintas de São Paulo (Artesp) para o biênio 2019-2020. Sua nomeação se dá por escolha do presidente eleito, Jeanderson Ricardo Santaguita.   A instituição - que tem a proposta de representar a categoria dos varejistas de tintas e oferece aos associados recursos para que tenham uma melhor gestão - está passando por mudanças internas com o objetivo de trazer melhorias para o segmento. Além da definição da estrutura da nova gestão da associação, o conselho também aprovou alterações no Estatuto, entre elas, a possibilidade de a Artesp ter representatividade nacional, aumentando o número de lojas associadas.   De acordo com Katri, sua missão como membro da diretoria da Artesp é engajar e unir os lojistas para que o setor continue evoluindo. “Meu propósito é tentar fazer com que os lojistas se unam cada vez mais para que possamos acompanhar a evolução do varejo. É preciso que todo mundo participe, comente os problemas e encontre soluções para termos um objetivo em comum alcançado, que é um mercado melhor. Estou muito feliz e orgulhoso por assumir esta posição na direção executiva da Artesp e desejo construir uma excelente gestão ao lado dos meus colegas”, diz o também CEO e fundador da Pinta Mundi, rede de franquia de tintas com atuação de mais de 28 anos no segmento.    Para integrar a diretoria da entidade, requisitos como experiência no setor e notabilidade no varejo de tintas são fundamentais. Como novo membro do board da Artesp, Nassim Katri se reunirá pela primeira vez com seus colegas em em encontro que deve ocorrer na segunda quinzena de junho para definição de funções específicas definidas pelo presidente eleito.   Sobre a Pinta Mundi   A Pinta Mundi é uma rede de franquias de loja de tintas, com mais de 27  anos de atuação no mercado. Em 2017, a marca passou a implementar o modelo de franquias. Atualmente, a rede encontra-se com 12 unidades próprias e 3 franqueadas e busca expansão pela capital e Grande São Paulo.    
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas encerra participação da ABF Franchising Expo com cerca de 600 investidores interessados

Set

Participação inédita na maior feira de franquias da América Latina movimentou a lista de leads qualificados da rede, que projeta encerrar o ano com 10 unidades franqueadas   São Paulo, julho de 2019 - A Pinta Mundi Tintas, rede especializada em franquias de lojas de tintas, celebra a sua participação inédita na ABF Franchising Expo, a maior feira do franchising latino-americano realizada na última semana de junho. Durante o evento, o estande da empresa foi um dos mais visitados e procurado por cerca de 600 potenciais investidores interessados em seu modelo de negócio simples e compacto, que alia custo reduzido a rápido retorno.   “Consideramos um verdadeiro sucesso esta nossa estreia no evento da ABF. Além do público que visitou nosso estande, notamos um expressivo aumento de acesso às nossas redes sociais e site com empreendedores interessados em saber mais sobre a Pinta Mundi Tintas”, conta Nassim Katri, CEO e fundador da rede. “O momento agora é de muita análise para evoluir a conversa e selecionar os melhores perfis e pontos para a rede”, complementa.   A partir da participação na ABF Franchising Expo, a Pinta Mundi Tintas espera fechar o ano com um total de treze unidades franqueadas - atualmente, das 16 lojas em operação, cinco delas são franquias. De acordo com Katri, a perspectiva até o fim de 2019 é que do total de oito novas unidades franqueadas, pelo menos cinco delas sejam provenientes de conversas abertas no evento da ABF.   “As pessoas ficaram surpresas com a novidade de ter uma franquia especializada no segmento de tintas e tivémos cadastros de regiões que consideramos fundamentais no nosso atual o plano de expansão. Agora, nosso foco é o crescimento nas regiões Sul e Sudeste, para em uma segunda etapa pensarmos nas regiões Norte e Nordeste”, detalha Nassim Katri.   Especificamente para a maior feira de franquias da América Latina, a Pinta Mundi Tintas ofereceu como diferencial um valor especial de investimento, fixado em R$ 99 mil, para o modelo de loja compacta, com desconto na taxa de franquia, incluindo estoque inicial e instalação. Atualmente, a rede possui dois modelos de loja: o Compacto (entre 80m² e 100m²) e o Padrão (entre 100m² e 130m²), com investimento inicial a partir de R$ 180 mil.   A partir destes modelos de negócio, as lojas Pinta Mundi Tintas podem ser estabelecidas em bairros ou cidades a partir de 30 mil habitantes. “O mercado de tintas brasileiro é o quinto maior do mundo e a nossa experiência de mais de 27 anos permite que o franqueado tenha uma gestão  moderna e profissional, além de conseguir as melhores condições de preços, prazos e compra direta de fornecedores como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral que são nossos grandes parceiros”, complementa Nassim Katri.   Visitas de parceiros   Durante a ABF Franchising Expo, o estande da Pinta Mundi Tintas recebeu a visita de executivos de parceiros estratégicos no negócio, como Sherwin-Williams, Suvinil e Coral. “Foi uma enorme honra receber a presença de nossos fornecedores. Mostra a confiança deles em nosso modelo de negócios e no plano bem desenhado que temos para profissionalizar o varejo de tintas”, pontua o fundador da Pinta Mundi Tintas.   Em parceria com as principais marcas do segmento de tintas, a Pinta Mundi Tintas negocia estoque a preços competitivos que chegam também ao consumidor final, contribuindo para a fidelização de clientes e vendas. Além das condições comerciais, os parceiros oferecem treinamentos, campanhas de marketing e projetos de inovação utilizados recorrentemente na operação das unidades da rede.   Raio-x da franquia:   Investimento inicial: a partir de R$ 180 mil Royalties: 5% sobre as compras Taxa de propaganda: 1% sobre as compras Faturamento médio mensal: R$ 70 mil Lucro médio mensal: 15% por mês Prazo de retorno: de 18 a 24 meses   Sobre a Pinta Mundi   A Pinta Mundi Tintas é fruto da expansão da rede FK Tintas para, desde 2016, formatar o modelo de negócio no sistema de franchising com o objetivo de profissionalizar o setor. Atualmente, a rede possui 11 unidades próprias e 5 franqueadas, com plano de expansão até o fim de 2020 com foco nas regiões Sudeste e Sul.
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas apresenta modelo compacto de lojas na Feira do Empreendedor do Sebrae    

Set

Rede de franquias estreia na Feira e mostra formatos enxutos a partir de R$ 99 mil      Como parte do seu plano de expansão, a  Pinta Mundi Tintas, participa pela primeira vez da Feira do Sebrae-SP e apresenta seu modelo de loja de tintas compacta, no estande F97/98 de 5 a 8 de outubro, das 10h às 20h no Parque Anhembi.    De acordo com o CEO e fundador da Pinta Mundi Tintas, Nassim Katri, a empresa desenvolveu um modelo de negócio para atender o público de cidades de até 30 mil habitantes com investimento a partir de R$ 99 mil. “São lojas compactas, de baixa complexidade operacional e boa lucratividade. A todo momento, estudamos o mercado e as possibilidades para tornar a franquia cada vez mais rentável e saudável”, explica Katri.    Segundo Shirleine Diniz, gerente de expansão da rede, “a condição especial do investimento fica válida para negociações realizadas até 30 de novembro deste ano”, pontua. A rede inaugura nos próximos meses mais 6 lojas franqueadas, chegando ao total de 20 lojas no estado de São Paulo e Santa Catarina.    Sobre a Pinta Mundi  A Pinta Mundi Tintas é fruto da expansão da rede FK Tintas no mercado desde 1991. Em 2016, optou por expandir a marca através do sistema de franchising com o objetivo de profissionalizar o setor e torná-lo mais acessível.    Raio X da franquia:  Investimento inicial: a partir de R$ 99 mil Royalties: 5% sobre as compras Taxa de propaganda: 1% sobre as compras Faturamento médio mensal: R$ 50 mil para lojas em cidade de 30 mil habitantes Lucro médio mensal: 10% por mês para lojas em cidade de 30 mil habitantes Prazo de retorno: de 18 a 24 meses    Informações para a imprensa: MGA PRESS: Natalie Caratti: (11) 9 5898-0516/ natalie@mgapress.com.br Michel Acherboim: (11) 9 8542-5120/ michel@mgapress.com.br 
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas inaugura sua primeira loja em Santa Catarina

Set

Localizada no centro de Itapema, a loja possui arquitetura agradável com mix de produtos das principais fabricantes do mercado de tintas    A rede franqueadora Pinta Mundi Tintas inaugura sua primeira loja no estado de Santa Catarina na cidade de Itapema. Localizada no centro, bairro de Meia Praia, a loja com cerca de 100 m², oferece um mix de produtos diversificados em parceria com os maiores fabricantes de tintas e acessórios para pintura como Suvinil, Tigre, Coral, Condor e Sherwin Williams.  Quem estará à frente de toda a operação é o administrador e mais novo franqueado, Edson Carlos Noschang, 52 anos, com um currículo de gestão e empreendedorismo.  Além de atuar no setor bancário, Edson tem vasta experiência com comércio por mais de 15 anos na cidade de Tijuca-SC. A Pinta Mundi Tintas escolheu o estado de Santa Catarina como sua primeira unidade fora do Estado de São Paulo. “Tivemos muito cuidado na escolha do perfil do nosso franqueado, que em contrapartida tem a cidade de Itapema em pleno crescimento a seu favor. Esta é uma operação que nossa equipe está muito empenhada nos detalhes e avanços de todos os processos para multiplicarmos para os demais estados a partir de 2020”, afirma Nassim Katri, vice-presidente da Artesp (Associação de Revendedores de Tintas de São Paulo) e fundador da Pinta Mundi Tintas. Atualmente a rede está presente em São Paulo (SP) com lojas nos bairros Higienópolis, Pompéia, Perus, Freguesia do Ó, Brasilândia, Imirim, Pirituba e nos municípios do Taboão da Serra, Itupeva, São Bernardo do Campo, Franco da Rocha, Francisco Morato, Cajamar e Caieiras. Até dezembro serão inauguradas mais cinco lojas no estado de São Paulo, com planos de terminar 2020 com total de 50 lojas entre próprias e franqueadas.   Sobre a Pinta Mundi    A Pinta Mundi Tintas é fruto da expansão da rede FK Tintas no mercado desde 1991. Em 2016, optou por expandir a marca através do sistema de franchising com o objetivo de profissionalizar o setor e torná-lo mais acessível.   O que acha? Haveria interesse em dar continuidade à pauta?  Fico à disposição.  Maykon Barreto Assessor de Comunicação da MGA Press 11-3661-3131/9-5898-0516  
continuar lendo
Empreendedor inicia com ajuda do sogro e hoje tem franquia varejista de tintas com 22 lojas

Set

Nassim Katri começou com uma loja na zona norte de São Paulo e hoje tem uma franquia presente em dois estados brasileiros A mudança para o modelo de franquias foi definida depois de muito estudo sobre o mercado. Nassim perdeu o seu ponto inicial e percebeu que precisava reinventar seu modelo de negócio, quando então bateu o martelo com a sua decisão. “Eu já estava há 10 anos sem abrir novas unidades e o país estava no auge da crise econômica. Na época, vendi o meu carro e, junto com algumas economias, fui atrás de outros pontos de vendas. Também me juntei ao meu atual sócio e depois de um ano e meio de estudos sobre o mercado, mudanças organizacionais, profissionalização de processos e investimento em infraestrutura e pessoas, a FK Tintas virou a Pinta Mundi Tintas, uma franqueadora de tintas” Com o recente formato, a franquia cresceu de forma considerável nos últimos três anos. A marca se fortaleceu e saiu de seis lojas para 22 entre próprias e franqueadas. Só em dezembro foram três inaugurações nos bairros do Tucuruvi, Lapa e na cidade de Piracicaba, todas no estado de São Paulo. Além disso, já são 4 novas unidades preparadas para o início de 2020. A Pinta Mundi Tintas já estuda um projeto de expansão para outros estados do Brasil. A primeira loja fora de São Paulo foi inaugurada em novembro, na cidade de Itapema, em Santa Catarina. Para 2020, o nordeste do país é o foco para a chegada de novas unidades. “É um mercado amplo que ainda não exploramos, mas estamos trabalhando para chegar mais perto de todos os brasileiros. Temos convicção que a Pinta Mundi Tintas no nordeste será uma parceria saudável para todos nós”, avalia o fundador da marca. O sucesso da franquia no estado de São Paulo rendeu reconhecimento dos representantes do segmento, transformando Katri em uma presença importante na ARTESP (Associação dos Revendedores de Tintas de São Paulo) como vice-presidente. Com isso, Nassim viu a oportunidade de usar a influência na área como contribuição para a união das pessoas do ramo e até mesmo participando de causas sociais. A Pinta Mundi Tintas apoia diversas campanhas de cursos profissionalizantes de pintura. “Temos que usar o nosso segmento a nosso favor e formar pessoas que podem encontrar na pintura a sua vocação, assim como o meu sogro me ensinou a ser um empreendedor, devemos sempre passar o nosso conhecimento para o próximo”, conclui o empresário. Sobre a Pinta Mundi Tintas A Pinta Mundi Tintas é uma franquia da rede varejista de tintas com 22 unidades nos estados de São Paulo e Santa Catarina. A empresa conta com a parceria dos maiores fabricantes de tintas do país como a Suvinil, Sherwin Williams e Coral, além de acessórios com Condor, Atlas e Tigre.  
continuar lendo
Pinta Mundi Tintas marca presença na FEICON 

Set

Rede varejista de tintas com 20 lojas abertas estará presente na maior feira do setor de construção civil da América Latina A Pinta Mundi Tintas, rede varejista de tintas, estará presente na Feicon, a única feira que proporciona uma visão completa do setor de construção civil e arquitetura na América Latina. Com a presença em um evento que é referência no ramo, a Pinta Mundi Tintas apresenta o seu modelo de negócio com atendimento personalizado, estudo de mercado e expansão da marca com valores acessíveis para o setor de franquias. A rede disponibiliza dois modelos de negócio, com destaque para loja compacta de 80m² a 99m² em cidades acima de 30 mil habitantes, com a aquisição da unidade completa a partir de R$ 189 mil. O valor inclui a taxa de franquia, reforma, equipamentos, o capital de giro e o estoque mínimo inicial.   “Estudamos o mercado e as possibilidades para tornar a franquia cada vez mais rentável e saudável. Queremos incentivar ainda mais a expansão na Capital e Interior”, esclarece Shirleine Diniz, responsável pela expansão da marca que atende em mais de 20 lojas nos estados de São Paulo e Santa Catarina.   A Feicon acontece entre os dias 31 de março a 03 de abril, das 10h até às 20h na Rodovia dos Imigrantes, na altura do Km 1,5 no bairro do Jabaquara, zona Sul de São Paulo.   Sobre a Pinta Mundi Tintas A Pinta Mundi Tintas é uma empresa franqueadora varejista do mercado tintas com mais de 20 lojas nos estados de São Paulo e Santa Catarina. A empresa conta com a parceria dos maiores fabricantes de tintas do país como a Suvinil, Sherwin Williams e Coral, além de acessórios com Condor, Atlas e Tigre.   Raio X da franquia:  Investimento inicial (com taxa de franquia): a partir de R$ 109 mil  Royalties: 5% sobre as compras Taxa de propaganda: 1% sobre as compras Faturamento médio mensal: R$ 50 mil para lojas em cidade de 30 mil habitantes Lucro médio mensal: 10% por mês para lojas em cidade de 30 mil habitantes Prazo de retorno: de 18 a 24 meses  
continuar lendo
Com período de pandemia, franquias de casa e construção inovam em atendimento

Set

O novo coronavírus provocou mudanças na rotina das pessoas, todos os setores foram afetados com propostas de um período de isolamento social para diminuir a propagação da doença. Essas medidas impulsionaram os serviços de delivery e fizeram com que diversos setores do comércio buscassem novas medidas para atender aos seus clientes. Um deles é também o setor de casa e construção. Com isso, a Pinta Mundi Tintas, proporciona mais praticidade em seu atendimento e se adaptou neste mercado, disponibilizando serviços de pedido a distância e entrega a domicílio ao cliente, com inovação e facilidade no contato. “Deixamos a disposição do cliente todas as plataformas para entrar em contato, porém, o WhatsApp é o mais utilizado. Inovamos no atendimento e na forma de pagamento, podendo ser feito por um link gerado pelo franqueado para ser pago com cartões de crédito ou débito, facilitando o processo de venda e compra a todos os envolvidos”, afirma Nassim Katri, fundador da rede varejista de tintas. Os segmentos de franquias souberam entrar no meio do delivery no momento em que é mais requisitado com o período de quarentena, segundo o franqueador, esse serviço também funciona em outras áreas por conta da abertura das empresas em entender a necessidade dessa iniciativa. “Esse processo também evoluiu a nossa comunicação com os franqueados, pois eles tem a autonomia para poder escolher como será feito essa entrega, podendo ser no próprio carro ou com serviços de aplicativo. Além disso, a função da franqueadora é dar as ferramentas necessárias para auxiliar o franqueado nesse processo”, completa.  Sobre a Pinta Mundi Tintas A Pinta Mundi Tintas é uma franquia da rede varejista de tintas com 20 unidades nos estados de São Paulo e Santa Catarina. A empresa conta com a parceria dos maiores fabricantes de tintas do país como a Suvinil, Sherwin Williams e Coral, além de acessórios com Condor, Atlas e Tigre.  
continuar lendo

As melhores marcas em um só lugar!